BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Rafael Marupiara, do Garantido, morre após mais de uma semana internado


O compositor do Boi Garantido, Rafael Marupiara, autor de grandes toadas do Festival Folclórico de Parintins, faleceu na noite desta quinta-feira, 07/01, em Manaus, em decorrência da Covid-19. Rafael morreu no Hospital São Lucas, no dia em que o Brasil ultrapassou a marca trágica de 200 mil mortes na pandemia do novo coronavirus.

Durante todo dia, após postagem da família de Marupiara na sua rede social pedindo orações, muitos foram os gestos de amigos e conhecidos pedindo força a ele na batalha contra a doença. A noite ele sucumbiu e não resistiu depois de mais de uma semana internado.

Ele fez história no Festival Folclórico de Parintins

Formado em Geografia, Rafael foi professor de renomadas escolas particulares de Manaus e também deu aulas em cursos pré-vestibulares. Flamenguista de coração,  era bastante respeitado e querido pelos alunos.

No Garantido, despontou como compositor no ano de 2009, com a toada Karajá, o Povo das Águas. Foram mais de 20 rodadas lançadas pelo Garantido nos últimos 11 anos, a maioria com a característica de uma forte pesquisa sobre rituais, costumes e lendas amazônicas. Entre os destaques, estão Matawi-Kukenan, de 2011, Tambor, de 2013, e Fera de Fogo, de 2014. Em 2019, emplacou Caboclitude, e deu sua última contribuição ao CD de 2020 com Kamarãpi.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.