BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Quinze estabelecimentos foram autuados e outros dois interditados pela CIF no final de semana


A Central Integrada de Fiscalização (CIF) realizou 47 vistorias entre a sexta-feira (23/04) e a madrugada desta segunda-feira (26/04), em Manaus. Nos três dias, 15 estabelecimentos foram notificados pelos agentes e seis tiveram as suas atividades encerradas. Dois bares foram interditados após a constatação de irregularidades, sendo um com mais de 200 pessoas. A maior parte dos estabelecimentos estava descumprindo o decreto governamental que determina medidas sanitárias de prevenção contra a Covid-19.

Na noite de sexta-feira, quatro bares foram autuados e um interditado por descumprir medidas de prevenção da Covid-19. No sábado (24/04), sete locais foram autuados e um foi interditado. Duas equipes de fiscalização foram montadas e atuaram em diferentes pontos da capital. Uma pessoa foi conduzida à delegacia. Restaurantes, postos de combustíveis e flutuantes estiveram na lista de visitados.

O Bar do Flamengo, no bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital, foi autuado e interditado pela equipe da Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus) por descumprimento do decreto. O estabelecimento já é reincidente e estava com mais de 200 pessoas no local. Ainda na avenida Itaúba, o Bar dos Amigos também foi fechado pelas equipes.

Na zona centro-sul, bairro Flores, o estabelecimento Sensation Gastropub foi notificado por excesso de músicos no palco. O som foi interditado. Já o estabelecimento Sollarium Mall recebeu notificação pela Visa Manaus por falta de distanciamento social e aglomeração na pista de dança.

Receberam sanções por inconformidades identificadas pelos fiscais, na sexta e no sábado, os estabelecimentos Salomé Bar, Quintal Gastronômico, Cachaçaria do Dedé, Divino Restobar, Loja de Conveniência Posto Shell, Bar Parada Certa, Gargalo Sport Beer, Saloon Country, Sensation Gastropub, Bar do Flamengo, Ancho Steak Burguer, Root Hookah Lounge e o Seven 7 Laranjeiras, além de um bar irregular que usa na fachada o nome de um boi-bumbá de Parintins.

O fiscal sanitário Fabrício Barros, da Visa Manaus, que esteve na equipe da zona leste, disse que os órgãos vão continuar fechando os estabelecimentos que descumprem o decreto e as medidas sanitárias. “Conseguimos fechar quatro estabelecimentos. Dentre eles, um foi interditado, e o outro, encerrado por não obter licença sanitária. Ainda é bastante comum, infelizmente, nós estarmos fechando e observando aglomeração nesses estabelecimentos comerciais”, disse.

No domingo (26/04), a CIF encerrou as atividades do Bar da Dedéia, no bairro Petrópolis, zona sul. O Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM) aplicou uma advertência no local. O Bar Mix, localizado no bairro Flores, e o Rei do X-Salada, no bairro Aleixo, tiveram as suas atividades encerradas com a chegada dos agentes de fiscalização.

Já o estabelecimento O Catraeiro, no Centro da cidade, foi autuado pela Visa Manaus por não possuir licença sanitária e por funcionar além do horário permitido.

Delações referentes a estabelecimentos comerciais ou festas clandestinas, que descumprem decreto governamental ou possuam outras irregularidades, podem ser feitas ao 190.

CIF fluvial

Durante a CIF fluvial, realizada na tarde deste domingo (25/04), dois estabelecimentos vistoriados foram autuados pelos fiscais. Foram fiscalizados os flutuantes Amazônia, Sedutor, Flutuhouse e Besthouse. Nos quatro locais, não foram identificadas aglomerações, e as medidas de prevenção contra a Covid-19 estavam sendo devidamente cumpridas. Apenas os estabelecimentos Amazônia e Sedutor foram autuados pela Visa Manaus e Marinha do Brasil, por descumprimento administrativo, descumprimento de exigências na cozinha e documentação irregular. Nos demais, as equipes realizaram apenas o procedimento de orientação.

Ação conjunta

A CIF, coordenada pela SSP, conta com apoio das polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) e do Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM).

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.