BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Publicitário que foi a ato contra STF morre de coronavírus


Weyne Vasconcelos, publicitário, diretor-de-arte, ilustrador, graphic designer, fotógrafo, autor e artista plástico morreu na manhã de sábado, 25, em decorrência do novo coronavírus. Natural de Fortaleza, ele tinha 60 anos, segundo o jornal O Povo.

Weyne começou carreira publicitária em 1976, na Publicinorte. Cursou Engenharia Civil entre 1981 e 1984, na Universidade de Fortaleza e também atuou em grandes agências nos estados de Pernambuco, Minas Gerais e São Paulo, dentre as quais a house agency do Grupo Abril.

Weyne era muito conhecido em Fortaleza

O artista nunca frequentou aulas em ateliês ou escolas de arte. Para exercitar, ele se inspirava em artistas como os espanhóis Pablo Picasso e Salvador Dalí, além da referência local de Aldemir Martins.

Bolsonarista, Vasconcelos foi ao protesto golpista de 15 de março “contra os vírus que infestam o Congresso e o STF”.

O ato, escreveu, era “contra os parasitas e picaretas que lá se instalaram. Bora, negada!”

Sua última postagem no Facebook dizia: “Isso passa”.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.