BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Primeira edição do “Muda Manaus” atende mais de 11 mil pessoas no Mutirão


Mais de 11 mil pessoas, segundo balanço parcial do evento, foram atendidas nos três primeiros dias do programa “Muda Manaus”, lançado pelo Governo do Amazonas. A programação oficial aconteceu entre os dias 5 e 7 de dezembro, no bairro Amazonino Mendes (Mutirão), zona norte de Manaus, no Centro Estadual de Convivência da Família Teonízia Lobo e no complexo de segurança onde funcionam o Comando de Policiamento de Área Norte (CPA Norte) e o 27° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Nas próximas semanas, o bairro ainda irá receber ações nas áreas de infraestrutura, educação e cultura, dentro do “Muda Manaus”.

Os seis eixos de atuação do programa são: Educação, Esporte e Lazer; Emprego e Renda; Infraestrutura, Habitação e Saneamento Urbano; Justiça, Cidadania, Cultura e Assistência Social; Saúde e Assistência Familiar; e Segurança e Ordem Pública.

Coordenado pela Secretaria Executiva de Projetos Especiais, vinculada à Casa Civil do Governo do Amazonas, o programa vai manter ações continuadas e integradas em diferentes bairros de Manaus, com prioridade para aqueles que apresentam maior índice de criminalidade e vulnerabilidade social. 

A ideia é que a cada dois meses, uma nova edição aconteça, em um bairro diferente. O próximo bairro a receber as ações será o Jorge Teixeira, na zona leste da capital.

Nesta primeira edição, os 24 órgãos governamentais envolvidos na ação realizaram um levantamento prévio das necessidades no entorno do  bairro Amazonino Mendes (Mutirão) junto aos líderes comunitários. Nos três dias de evento, o gabinete do governador Wilson Lima funcionou no Centro Estadual de Convivência da Família Teonízia Lobo. 

“Foi o início de um programa que a gente já vem desenhando há muito tempo e hoje todos nós estamos muito felizes, porque nós efetivamente tiramos isso do papel. E o nosso objetivo, enquanto governante, enquanto Chefe de Estado, é melhorar a vida das pessoas, é acolher as pessoas e dar condições mínimas e condições básicas de sobrevivência, prestando serviços que são essenciais”, afirmou o governador. 

Todos os recursos aplicados na execução do programa são próprios do Estado, provenientes dos orçamentos já previstos em cada uma das secretarias envolvidas nas ações, totalizando, aproximadamente, R$ 5 milhões.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.