BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Prefeitura promove 'Dia D' para ampliar cobertura vacinal contra influenza e sarampo em Manaus


A Prefeitura de Manaus promove, neste sábado, 14/5, nove horas seguidas de imunização durante o “Dia D da Campanha de Vacinação contra Influenza e Sarampo”, com 508 pontos funcionando de 8h às 17h, em todas as zonas geográficas da cidade. O objetivo da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) é reforçar a proteção de 455.143 pessoas contra a influenza (gripe) e 216.407 contra o sarampo.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Djalma Coelho, sete grupos prioritários poderão ser imunizados contra a influenza, com a vacina trivalente, eficaz contra três tipos de cepas do vírus (H1N1, H3N2 e linhagem B/Victoria). O público-alvo são crianças de seis meses a menores de 5 anos; trabalhadores de saúde; idosos com 60 anos ou mais; grávidas; puérperas; professores; e indígenas aldeados.

As crianças de seis meses a menores de 5 anos e os trabalhadores de saúde são alvo da vacinação contra o sarampo, com a tríplice viral, que ainda protege contra caxumba e rubéola.

“A Semsa começou a disponibilizar as vacinas em Manaus no dia 4 de abril, para trabalhadores de saúde e idosos na primeira fase. Já avançamos com a inclusão de novos grupos, mas a procura ainda está baixa. Precisamos ampliar a cobertura vacinal contra as doenças na cidade, e estamos reunindo todos os esforços possíveis para facilitar o acesso da população”, afirmou.

Djalma explicou que a meta estipulada pelo Ministério da Saúde é alcançar 90% do público-alvo com a vacina contra a influenza. A estimativa da Semsa é atender 185.241 idosos; 159.789 crianças; 56.618 trabalhadores de saúde; 27.974 gestantes; 4.599 puérperas; 20.339 professores; e 583 indígenas.

“Os indígenas aldeados foram incluídos na campanha a partir deste sábado, mas a vacina é levada até eles por meio dos Dseis (Distritos Especiais de Saúde Indígena). A estratégia de imunização também é diferenciada para o público da zona rural, onde as equipes de saúde já têm intensificado a imunização de acordo com a logística adequada para essas localidades”, pontuou o titular da Semsa.

Já em relação ao sarampo, a meta é imunizar 159.789 crianças e 56.618 trabalhadores de saúde. Manaus encontra-se em situação de vulnerabilidade por conta da doença, já que 90% dos novos casos confirmados no Brasil estão na região Norte, informou Djalma.

“Estamos trabalhando para imunizar 95% do público contemplado com a tríplice viral, conforme estipulado pelo Ministério da Saúde. Nossa maior preocupação é com as crianças menores de 2 anos, que costumam desenvolver formas mais agressivas da doença, apesar da doença ser transmitida para pessoas de qualquer idade. Só a vacina pode proteger todos contra o vírus”, disse.

Atendimento

Durante o Dia D, neste sábado, 14/5, a Semsa terá 508 pontos de vacinação funcionando, de 8h às 17h, em unidades de saúde e locais alternativos, como shoppings, padarias, igrejas, supermercados, drogarias, mercadinhos, bares, associações, feiras e lanchonetes. Os vacinadores também irão atuar em postos volantes, para atender idosos acamados e populações em áreas de baixo fluxo.

A lista com todos os endereços pode ser conferida no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br) ou direto no link bit.ly/LocaisDiaD, além das redes sociais da secretaria (@semsamanaus no Instagram, e Semsa Manaus no Facebook).

“O Dia D é realizado para descentralizar os serviços de saúde, um dos princípios do SUS, e vai ser uma grande oportunidade para todos se protegerem contra a influenza e o sarampo. As crianças que estiverem com vacinas atrasadas do Calendário Básico de Imunização também poderão atualizar o documento. A vacina é um direito de todos, e a população precisa cumprir seu dever de vir até nós para recebê-la”, afirmou Djalma.

Os usuários devem apresentar um documento de identificação com foto e o cartão de vacina para receber o imunizante. Os trabalhadores de saúde e professores devem levar um documento que comprove o vínculo empregatício, e as grávidas e puérperas, o cartão de pré-natal.

Público-alvo

Ainda segundo Djalma, conforme Manaus receber novas doses do Ministério da Saúde, a vacinação contra influenza será ampliada para pessoas com deficiência permanente; Forças de Segurança e salvamento; Forças Armadas; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso (motorista e cobrador em exercício efetivo); trabalhadores portuários; funcionários do sistema prisional; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade; e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais).

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.