BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Prefeitura lança ‘Campanha de Combate ao Trabalho Infantil’ na Ponta Negra


A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), em parceria com o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalho do Adolescente no Amazonas (Fepeti-AM), realizou, neste domingo, 12/6, a abertura da “Campanha de Combate ao Trabalho Infantil” e a “Marcha de Combate ao Trabalho Infantil”. Os eventos aconteceram no complexo turístico Ponta Negra, zona Oeste. A programação é alusiva ao “Dia Mundial contra o Trabalho Infantil”, instituído no dia 12 de junho, pela Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Com o tema “Infância e Trabalho não se encaixam - Você é peça fundamental no combate ao Trabalho Infantil”, a campanha tem como objetivo orientar crianças, adolescentes, pais e sociedade a identificar e denunciar situações de exploração do trabalho infantil por meio do Disque 100 ou dos canais de denúncia do município – 0800 092 6644 ou 0800 092 1407.

“Esse é um dos maiores problemas que temos enfrentado em Manaus, e hoje estamos aqui com o objetivo de sensibilizar a população, para que esteja conosco combatendo esse problema que, muitas vezes, traz danos irreparáveis. O trabalho infantil tem tirado centenas de crianças e adolescentes da escola e isso é prejudicial ao seu processo de formação, não só educacional, mas também pessoal”, declarou a secretária da Semasc, Jane Mara Moraes.

Em Manaus, por meio do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), têm sido realizadas diversas ações como sensibilização nos semáforos, feiras e casas de acolhimento; parcerias com escolas, Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Organizações da Sociedade Civil (OSCs) e Conselho Tutelar; participação em audiências públicas e conferências nacional, estadual e municipal; além de ações conjuntas entre secretarias estaduais e municipais de Educação, Saúde e Esporte.

“O Fepeti reúne mais de 50 instituições governamentais e da sociedade civil. Atuamos juntos no combate ao trabalho infantil e na prevenção. Uma das formas de prevenção foca, principalmente, na aprendizagem. O Brasil tem como meta erradicar o trabalho infantil até 2025. Estamos longe de chegar a essa meta, mas temos que continuar acreditando e trabalhando para isso”, afirmou o presidente do Fepeti, Tomasso Lombadi.

O que é trabalho infantil?

Trabalho infantil é toda forma de trabalho realizado por crianças e adolescentes abaixo da idade mínima permitida, de acordo com a legislação de cada país. No Brasil, o trabalho é proibido para quem ainda não completou 16 anos, como regra geral. Quando realizado na condição de aprendiz, é permitido a partir dos 14 anos. Se for trabalho noturno, perigoso, insalubre ou atividades da lista TIP (piores formas de trabalho infantil), a proibição se estende aos 18 anos incompletos.

Como ajudar a combater o trabalho infantil?

Entre as medidas que a sociedade pode contribuir com o combate ao trabalho infantil estão não comprar balas, água, flores, amendoins ou outro produto das mãos de crianças e adolescentes nos logradouros ou espaços públicos; não permitir que crianças ou adolescentes vigiem seu carro quando estacionar na rua; não dar dinheiro para as crianças ou adolescentes que fazem malabares ou que estão em situação de mendicância nas ruas.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.