BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Prazo para envio da prestação de contas de 2019 termina nesta quinta


Possíveis candidatos à reeleição, nove prefeitos do Amazonas deixaram para última hora o envio da prestação de contas anual do ano de 2019. Eles e outros 15 gestores ainda não iniciaram o envio da prestação de contas e têm até 23h59 de hoje para fazer o envio por meio do sistema E-Contas, evitando a “negativação” junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM)

Até o meio dia desta quinta-feira (30), um total de 302 gestores públicos já havia enviado a prestação e outros 37, entre eles o Governo do Estado, Secretaria de Estado Fazenda e a Representação do Governo em São Paulo, haviam iniciado envio e os técnicos do TCE aguardavam a finalização. Os prefeitos e os outros gestores, que totalizam 26 gestores, correm o risco de serem considerados inadimplentes, caso não façam o envio do material digitalmente..

Segundo o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello, é importante que a sociedade acompanhe quem entregou a prestação de contas de 2019 e, assim, informou ao TCE como gastou o dinheiro público durante o ano passado. Ele relembrou que prorrogou o prazo de entrega para colaborar com os gestores públicos, mas a prorrogação era, tão somente, para ajudar com a adimplência junto ao Tribunal.

Caso os 26 gestores não enviem a prestação de contas no prazo, eles deverão ter as contas tomadas, ser multado no julgamento da respectiva prestação, ser considerado revel e ainda ter o nome incluído na listagem que pode ser encaminhada ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM) para abertura de inquérito civil ou, se achar conveniente, o ajuizamento de uma ação por improbidade administrativa por parte do MPAM.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.