BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Popularidade de Moro cai dez pontos em primeira pesquisa pós-vazamento


Uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 13/06, aponta que a imagem de Sergio Moro sofreu impacto dos vazamentos divulgados pelo site The Intercept. A imagem positiva do ex-juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública foi de 60% em maio para 50,4% atualmente enquanto a imagem negativa foi de 31,8% para 38,6% no mesmo período.

A imagem positiva do ex-juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública foi de 60% em maio para 50,4% atualmente enquanto a imagem negativa foi de 31,8% para 38,6% no mesmo período.

Não houve movimentos similares para outros ministros ou para a avaliação do governo Bolsonaro, cuja taxa de ótimo/bom foi de 28,6% em maio para 30,4% em junho enquanto a de ruim/péssimo foi de 36,2% para 37,4%.

A pesquisa foi realizada pela Atlas Político nos dias 11 e 12 de junho por meio de convites online enviados randomicamente e que refletem a composição da população brasileira. A margem de erro é de dois pontos porcentuais.

73,4% dos respondentes ficaram sabendo das revelações do site que mostram coordenação irregular entre Moro e o procurador responsável pela Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol.

Mas a reação foi dividida: 41,9% concordam que o então juiz cometeu abusos no processo do ex-presidente Lula, enquanto 40,8% discordam e 17,2% não sabem ou não responderam.

No entanto, uma maioria (58%) considera “incorreta a prática de um juiz aconselhar e manter conversas privadas com membros da acusação ou da defesa de um réu, sem o conhecimento da parte adversa”. A mesma porcentagem considera que Moro deveria sofrer sanções disciplinares por causa disso.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.