BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

População em situação de rua passará por triagem antes de ir para abrigo emergencial temporário


Os grupos de pessoas em situação de rua que serão acolhidas no abrigo emergencial temporário, montado pelo Governo do Amazonas, com previsão de inauguração ainda nesta semana, irão passar por triagem, com a realização de testes rápidos para Covid-19, HIV (vírus causador da Aids) e tuberculose.

O abrigo será coordenado pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e funcionará na área da Concentração do Sambódromo, zona centro-oeste de Manaus.

A triagem será realizada na Organização da Sociedade Civil (OSC) Comunidade Nova e Eterna Aliança, uma instituição sem fins lucrativos, que atende pessoas em situação de rua no Centro da capital, zona sul de Manaus. Os testes serão feitos por equipes do projeto Consultório na Rua, da Prefeitura de Manaus, e da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM). Os que testarem positivo vão ser encaminhados à rede de saúde.

Após a triagem, esses grupos serão levados para o local do abrigo localizado na zona centro-oeste de Manaus. O traslado será feito por meio de um ônibus, cedido pela Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) para a ação.

De acordo com a secretária Mirtes Salles, titular da Sejusc, são necessários todos os cuidados para preservar a saúde das pessoas que serão abrigadas.

“A ideia é proteger os abrigados. Nós já estamos terminando a montagem das tendas. Vamos colocar colchões, lençóis, os kits de higiene que serão entregues. Nesta quinta-feira (25/02), haverá a triagem feita pela Nova Aliança, que já atende essas pessoas, com exames médicos e testes de Covid-19. Com isso, nós atendemos às recomendações do Ministério da Saúde, e não abrigaremos pessoas que estão doentes para não criar um ambiente de transmissão”, afirmou.

A coordenadora de projetos da Comunidade Nova Aliança, Francilene Carneiro, destacou que idosos, gestantes e núcleos familiares fazem parte dos grupos que serão acolhidos no abrigo emergencial temporário.

"Nós cedemos o espaço para a triagem, uma vez que a Nova Aliança fica em um local de maior abrangência de pessoas em situação de rua, no Centro de Manaus. Nós já realizamos esse trabalho com essas pessoas e iremos verificar se elas querem ir para o abrigo", disse.

Assistência social

A Comunidade Nova e Eterna Aliança presta serviço especializado de assistência social a pessoas em situação de rua há mais de 20 anos, no Centro. A instituição atua amparada pela Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais, aprovada pela Resolução do Conselho Nacional de Assistência Social ‐ CNAS nº 109, de 11 de novembro de 2009. Outras OSCs também vão atuar no abrigo emergencial, sendo essas a Pastoral do Povo da Rua, Desafio Jovem de Manaus e Projeto Mais Amor.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.