BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Parintins completa 40 dias sem mortes por Covid-19


Avanço na aplicação de vacinas e melhorias estruturais na rede de atendimento médico contribuíram para o cenário, afirmou gestão municipal do prefeito Bi Garcia

Enquanto o Brasil ainda registra diariamente cerca de mil vítimas da Covid-19, Parintins conseguiu zerar essa estatística e há 40 dias não é registrada nenhuma morte relacionada à doença no município. Além da vacinação avançada — mais de 80% da população está vacinada com a primeira dose — as medidas sanitárias e reforço na estrutura de atendimento médico são algumas ações adotadas pelo executivo municipal, que têm ajudado a frear os efeitos da pandemia.

Nesse período, não foram poupados esforços e investimentos para trazer mais qualidade ao atendimento da população. No começo da pandemia, Parintins contava com 60 leitos disponíveis na rede hospitalar do município, capacidade que agora foi dobrada. Segundo o secretário municipal de saúde, Clerton Rodrigues, a gestão do prefeito Bi Garcia (DEM) tem investido fortemente na estruturação do sistema de saúde. “O ano de 2020 foi de muita reorganização e conseguimos colocar todos esses leitos em funcionamento”, afirmou Rodrigues.

Pelo menos 10 desses leitos são de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), incluindo estrutura para atendimento neonatal de urgência. O recurso público para a instalação dos leitos de UTI, os primeiros do interior do Amazonas, girou em torno de R$ 4 milhões. Segundo o prefeito Frank Bi Garcia, a aquisição dos equipamentos foi resultado da antecipação de Imposto Sobre Serviço (ISS), pago por uma empresa responsável pela ligação de Parintins ao Sistema Nacional de Energia Elétrica.

Para Bi Garcia, a ausência de óbitos há mais de um mês é um alívio, principalmente, ao relembrar a grave situação vivida no Amazonas, no início deste ano. Segundo ele, com muito trabalho e conscientização da população pôde ser contornada. “Desde o início da pandemia, nossos esforços foram concentrados em incentivar o uso de máscaras, estipular e fiscalizar o toque de recolher, e o distanciamento social, investir em usinas de oxigênio e UTIs, além de estimular a vacinação nas comunidades da zona rural e urbana de Parintins. Não são números a se comemorar, pois infelizmente também incluem as vidas perdidas. Mas, encaramos esses 40 dias sem óbitos como um estímulo para trabalharmos ainda mais, para que não tenhamos mais mortes por essa doença”, destacou o prefeito.

Tratamento pós-Covid também é prioridade

Encarada como uma verdadeira vitória para quem consegue sair da UTI, a recuperação de pessoas acometidas pela Covid-19 não está livre de possíveis sequelas causadas pela doença. Esse foi um dos motivos que Prefeitura de Parintins decidiu instalar um Centro de Reabilitação para Pacientes Pós Covid, na Policlínica Padre Vitório.

O centro possui fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, enfermeiros, fonoaudiólogos e outros profissionais multidisciplinares para pacientes que ficaram com sequelas respiratórias, musculares, psicológicas, entre outras.

Segundo o prefeito Bi Garcia, a meta é atender principalmente pacientes com menor poder aquisitivo, que não têm condições para realizar consultas particulares. "Hoje, a fisioterapia é um dos principais tratamentos para a Covid-19 e, desde abril, estamos centralizando esse atendimento aqui na Policlínica Padre Vitório. Queremos recuperar todos os pacientes sequelados no nosso município", completou o prefeito, que autorizou ainda a utilização de vans e outros veículos da Secretaria de Saúde para pegar os pacientes mais necessitados em suas residências.

Redação

Redação

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.

Manaus