BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Pai é suspeito de engravidar a filha de 12 anos em Manaus


Um homem, não identificado, 32, suspeito de estuprar e engravidar a própria filha, uma adolescente de 12 anos, foi preso nesta quinta-feira (3), na Comunidade Grande Vitória, bairro Gilberto Mestrinho, zona leste de Manaus. Ruan Cley do Carmo Santos, 23, que tinha envolvimento amoroso com a menina, também foi preso.

Conforme a delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), na unidade policial há quatro procedimentos acerca de abusos sexuais no âmbito intrafamiliar, envolvendo a vítima. A autoridade policial relatou que a adolescente é fruto de um abuso sexual, praticado pelo seu pai biológico contra sua mãe em 2009.

Após seu nascimento, a menina passou a morar com os avós maternos, onde, aos 6 anos, passou a ser abusada pelo bisavô, este já falecido, e seu tio, que era menor de 18 anos na época.

“A adolescente passou a morar com o avô materno, que era responsável legal por ela, tendo em vista que sua mãe ainda era muito jovem”, explicou Joyce.

Segundo a titular da Depca, a menina não possuía vínculo com o pai biológico, porém, por meio de uma meia-irmã, conheceu-o em agosto de 2021, quando foi passar uns dias na casa dele. Nessa ocasião, ele a levou para conhecer um galpão, que era o local onde ele trabalhava, onde ofereceu entorpecentes à filha e consumou abuso sexual contra ela. Dessa violência, a menina engravidou, mas sofreu um aborto espontâneo.

“Por conta desse histórico de violência, a vítima passou a fugir de casa com frequência, o que gerou vários registros de Boletins de Ocorrência (BOs) por desaparecimento em seu nome na Depca. No último BO registrado pelo seu avô, no dia 24 de janeiro deste ano, ela foi encontrada na casa de Ruan Cley, com quem passou a manter um envolvimento afetivo, após o conhecer em uma feira. O infrator também fornecia drogas para a adolescente utilizar. Nessa ocasião, ele foi indiciado por estupro de vulnerável”, detalhou Joyce.

A autoridade policial relatou que, após novo desaparecimento, na quarta-feira (2), por volta das 17h, ela foi localizada na casa de Ruan, momento em que foi cumprido o mandado de prisão preventiva contra ele. Já a adolescente foi encaminhada para um abrigo provisório, onde aguardará a realização dos procedimentos.

Os dois homens responderão por estupro de vulnerável, e serão conduzidos à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficarão à disposição da Justiça.

Fonte: Portal D24AM

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.