BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Outubro Rosa: mesmo raro, câncer de mama pode afetar o público masculino


Apesar de raro, um caso para cada cem, o câncer de mama masculino exige dos homens conscientização sobre a importância de ficar alerta aos sinais da doença tanto quanto as mulheres. Atualmente, a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), unidade da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), atende a um paciente do sexo masculino diagnosticado com câncer de mama.

O pedreiro Cleudemir Rodrigues da Silva, de 56 anos, descobriu a doença após sofrer uma queda no trabalho. No acidente, ele lesionou o quadril, o que o levou a procurar atendimento médico.

“O tratamento é o mesmo: é cirúrgico, como é na mulher, e depois faz uma complementação com radioterapia e quimioterapia, dependendo do estágio da doença”, explicou o oncologista.

No atendimento para avaliar o quadril, realizado no Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, na zona Leste, o médico que o atendeu percebeu um nódulo na mama direita dele, conta Cleudemir. Encaminhado para a FCecon, a suspeita se confirmou.

“O médico disse que era câncer de mama. Eu fiquei olhando para o médico (sem entender direito). Aí o médico disse: ‘Não se preocupe, vamos fazer a cirurgia para retirar esse negócio do senhor’”, relembra Cleudemir.

Segundo o paciente, na queda, ele chegou a bater também a região do peito, e percebeu que desde então começou o crescimento incomum na região. No entanto, lembra o pedreiro, ele não deu atenção para o problema naquele momento.

“Mas não me preocupava com isso. Estava preocupado com o problema no quadril. Mas aí o médico viu o nódulo e me encaminhou para a FCecon”, conta Cleudemir.

Com o diagnóstico de câncer, o tratamento no quadril ficou em segundo plano. A cirurgia para a retirada do nódulo foi realizada em fevereiro deste ano e, atualmente, Cleudemir faz sessões de fisioterapia para se preparar para outras fases do tratamento.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.