BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Oi, Tim e Vivo prometem melhorar serviço no Amazonas


O Programa Estadual de Proteção e Orientação ao Consumidor (Procon-AM) se reuniu com as operadoras de telefonia móvel que operam no Amazonas (Vivo, Tim e Oi) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta terça-feira (18/06), na sede do órgão. A empresa Claro não enviou representante.

Além das providências individuais que cada prestadora apresentou para melhorar e ampliar os serviços em Manaus e interior, será criada uma coordenação composta pelas operadoras, órgãos de defesa do consumidor, de comunicação e dos poderes públicos estaduais e municipais. O objetivo será realizar um trabalho em conjunto para a criação de soluções para os problemas de comunicação móvel que a população enfrenta.

“O Procon-AM mais uma vez cumpre o seu papel de garantir os direitos do consumidor e fortalecer as relações de consumo. Com esse encontro, além de estreitar o relacionamento com as empresas para dar celeridade às resoluções dos problemas do consumidor que procura o órgão, proporcionamos o diálogo entre as operadoras, a troca de experiências e a criação desse grupo que vai trabalhar pela comunicação no nosso Estado”, destacou o titular do Procon-AM, Jalil Fraxe.

Os serviços de telefonia móvel estão em terceiro lugar em reclamações oficializadas na sede do Procon-AM em Manaus, só perdendo para as empresas fornecedoras de luz e água, que, juntas, somam 1.827 casos. De janeiro a maio deste ano, o Procon-AM resolveu 632 casos e está conciliando outros 75. As maiores queixas são cobrança indevida; má prestação do Serviço de Atendimento ao Consumidor; sinal de internet; serviço contratado mas não fornecido e vício de qualidade do sinal de telefone.

Tim e Vivo informaram que estão melhorando os sinais de telefone e internet com a implantação de equipamentos de última geração, de torres, além de estarem ampliando a capacidade da rede de todo o Amazonas. A Oi destacou que trabalha na manutenção da qualidade dos serviços já existentes. As três empresas presentes reclamaram da demora nas implementações de melhorias devido à morosidade e burocracia na liberação, na difícil logística da região e nos problemas causados por vandalismo e furto de equipamentos.

A Anatel informou que está em processo de implantação de um sistema para cobrar a qualidade dos serviços por município mensalmente, com base nos indicadores que o órgão já possui. Segundo a Agência, 86% da população amazonense possui acesso às redes móveis. “Os indicadores de qualidade, hoje, são em nível estadual, e, a partir do novo regulamento, será por município e assim poderá cobrar com mais detalhes às prestadoras”, disse o gerente substituto da Anatel, Antônio Pantoja, que também informou que a iniciativa talvez comece a funcionar somente em 2020.

DICA

Pensando em contratar uma linha pós-paga? Acesse o Portal de Planos e compare as melhores opções.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.