BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Com 70% de conclusão, obra do complexo viário do Manoa inicia nova etapa


O complexo viário Professora Isabel Victoria, na entrada do conjunto Manoa, na zona Norte, entra em uma nova fase da construção, com a implantação das 14 vigas pré-moldadas que darão a sustentação do tabuleiro do viaduto. A obra da Prefeitura de Manaus já ultrapassa 70% de conclusão e, neste sábado, 1/8, os trabalhos já avançaram com a implantação de cinco vigas. Para essa etapa foi necessário realizar uma interdição na avenida Max Teixeira, no sentido bairro/Centro, no trecho entre as avenidas Atroaris e Francisco Queiroz.

A interdição ocorrerá durante dois finais de semana consecutivos (1 e 2, 8 e 9 de agosto) e conta com 14 agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) para orientar os condutores e garantir a fluidez do trânsito.

Nessa nova construção serão fixadas 14 vigas pré-moldadas, sendo nove no primeiro final de semana e mais cinco no próximo. Com as vigas, o viaduto já terá sua estrutura identificada e, na sequência, os serviços serão de implantação do tabuleiro, laje e, por fim, o pavimento da área. Cada viga pesa em torno de 22 a 24 toneladas.

O novo equipamento viário também já concluiu a etapa de fundação, com a fixação de 27 pilares, que serão a base de mais nove vigas-travessas, formando a parte superior da estrutura. A entrega do complexo viário do Manoa está prevista para outubro deste ano.

Com uma área de abrangência de 283 mil metros quadrados, o complexo é composto por um viaduto, que transpassará por cima de uma rotatória, e um sistema binário de tráfego na área dos bairros Mundo Novo e Cidade Nova. A obra é executada pelo consórcio formado pelas empresas JNasser Engenharia Ltda. e Construtora Soma Ltda., vencedoras do processo licitatório.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.