BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

O esporte transforma pessoas



Hoje muita gente me conhece pelo meu trabalho à frente da Sapatinho de Luxo, mas há 18 anos comecei a minha história em uma outra área que também sou apaixonado: o esporte.

Fui presidente do Fast Clube por alguns anos. Juntos tiramos o time do jejum e finalmente passamos a conquistar a liderança dos campeonatos. Eu era apaixonado por esse trabalho. Larguei o posto porque precisava me dedicar integralmente à Sapatinho, mas a vontade de estar envolvido com o esporte sempre esteve latente em mim.

Acredito muito no esporte amador e no poder que ele possui de transformar a sociedade. Quem pratica um esporte vira um cidadão mais disciplinado, mais saudável e lhe permite vislumbrar um futuro que às vezes nem ele mesmo poderia imaginar que seria possível para a sua realidade.

Essa semana, estou concorrendo à presidência da Federação Amazonense de Futebol e estou positivo quanto a vitória da nossa chapa. Como empresário sempre patrocinei e continuarei ajudando muitos atletas, mas às vezes precisamos ocupar certas posições para trazer mudanças reais.

Hoje a FAF é uma oportunidade de gerar centenas de empregos e de elevar o nível dos nossos atletas do futebol amador, mas infelizmente a Federação está sob uma gestão falha, sem credibilidade.

Não existe transparência e não sabemos para onde vai a verba que a CBF repassa. Podemos imaginar que não vai para os times, uma vez que a condição de trabalho dos nossos atletas é lamentável.

Perceberam que eu disse "trabalho"? O esporte traz muitas oportunidades de trabalho e é a renda de muitas famílias em nosso estado, mas infelizmente as gestões não tem a cultura de levar a sério.

Precisamos investir nos nossos profissionais do esporte, em todas as camadas que abrangem esse trabalho. Desde a gestão, administrativo, cargos técnicos e atletas precisam estar à disposição junto a recibos e notas. Hoje a federação é uma caixa preta e precisamos abri-la. Só assim, com honestidade e investimento conseguiremos através do esporte, ser instrumento de mudança na vida das pessoas.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.