Calendário

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Notas de terça-feira (08/08) – O eleitor cansou

O eleitor cansou

Na noite de domingo, quando o TRE/AM anunciou o final da apuração da eleição suplementar do Amazonas, ainda tinha muito muito comentarista de rádio e TV se perguntando: o que causou tamanha abstenção? Os  votos não contabilizados, isto é, os brancos, nulos e abstenções, que somaram 27,79% em 2014, desta vez esbarraram a 40% este ano. É muito voto!

Mas não precisa ser nenhum cientista político para deduzir o que provocou o “tô nem aí” do eleitor. Primeiro, o desencanto com os políticos, atolados no lamaçal da crise ética e moral, que envergonha os homens e mulheres de bem, que ganham seu sustento trabalhando duro e honestamente. Logo, fica difícil acreditar que ainda possa haver alguma mudança, via política, no país da corrupção.

Os mesmos

Um outro  fator afastou o eleitor das urnas.

A  polarização entre dois caciques políticas que estão no poder há 40 anos, pregando o velho e cansado estilo de fazer política. Sem mostrar nada de novo.

Cadê o buzão? 

E em terceiro, acredite, a falta de dinheiro para pegar o ônibus e se dirigir até à Zona Eleitoral. É que, dessa vez, não teve ônibus de graça. Fica mais barato pagar a multa do TRE, que é de R$ 3,51.

Azarão nada

O grande azarão da eleição foi o José Ricardo Wendling, do PT. No entanto, ele não se sente assim. Após abocanhar 180,4 mil votos, Zé 13 disse que mais uma vez as pesquisas subestimaram sua militância.

Tijolo por tijolo

Zé tem razão. Militância política e comportamento na vida pública não se constrói da noite para o dia. É tijolo por tijolo num desenho mágico.

X

O eleitor não é bobo e percebe quem é quem.

Ficha limpa

Pode até existir quem não gosta de Zé Ricardo porque ele é do PT, mas ninguém pode dizer que ele não é um bom parlamentar.

Becca tem pegada

Rebecca Garcia (PP) não foi para o segundo turno, mas mostrou que tem pegada e que sua carreira política está em franca ascensão. Teve 268 mil votos. Nada mal para quem disputa pela primeira vez uma eleição majoritária.

Novo caminho

O sentimento que fica, de acordo com Becca, é que a campanha forjou na sua alma vontade e coragem para fazer diferente e quebrar os velhos padrões.

– Tudo acontece no tempo de Deus. O caminho da mudança já está pavimentado.

 Poder do eleitor

O candidato do PSB, Marcelo Serafim disse que devido ao  quadro em que ficou não deve se posicionar nesse segundo turno.

— Vamos  deixar essa decisão nas mãos soberanas de quem tem o poder final nessas eleições, o eleitor.

Tempo de semear

Sarafa Jr. Lembra que na vida “temos o tempo do plantio e o tempo da colheita”.

— E hoje temos a consciência que fizemos o  plantio. Fizemos uma campanha propositiva e critica, mas acima de tudo com princípios.

Força do povo

Eleito para o segundo turno com a votação mais expressiva do pleito, Amazonino Mendes (PDT) vai buscar apoio de seus adversários?

Pelo andar da carruagem não. Para o candidato,  quem vai dar o apoio é o povo.

X

— O apoio de um político só é legítimo e correto quando é dado pelo povo –, avisa.

Deixa comigo

Amazonino garantiu para os que estão preocupados com o abacaxi que ele vai herdar, que confia na sua experiência para reconstruir a máquina administrativa pelos próximos 12 meses.

— Vamos levantar o Amazonas. Eu tenho confiança. Se eu não tivesse confiança, eu não estaria aqui.

Olho na butique dele

Já Eduardo Braga (PMDB),   que também está no segundo turno, vai pousar seu olho gordo nos votos dos eleitores que não deram o ar de sua graça nas seções eleitorais.

— Vamos, por meio do nosso programa, alcançar os 62% que disseram não as propostas de Amazonino.

Casa desarrumada

Como Amazonino vive dizendo que o curto mandato vai dar somente para “arrumar a casa”, Braga aproveitou para alfinetar.

— Agora são apenas duas propostas: uma que precisa de tempo para arrumar a casa. E a outra que vai arrumar de imediato a vida do povo do Amazonas!

 

 APLAUSOS

Para as meninas do vôlei do Brasil, que conquistaram a medalha de ouro do Grand Prix. A  decisão foi neste domingo em Nanjing, na China. As meninas venceram a Itália por 3 sets a 2. É a 12ª vez que o Brasil conquista o título.

 VAIAS

 Para o vereador Altenor de Lima Barbosa, 51, foi preso sob acusação de estuprar menina de 13 anos, em Jutaí, no interior do Amazonas. O vereador, do PSD, é acusado de  comandar um grupo que promovia encontros sexuais com adolescentes.

Deixe uma resposta