BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Nicolau planeja usar recursos do Fundeb para valorizar os professores


O candidato a prefeito de Manaus pela ‘Coligação Pra Voltar a Acreditar’, Ricardo Nicolau (PSD), apresentou seu Plano de Gestão para a educação, priorizando a valorização dos professores e a construção de complexos escolares, da creche ao 9º ano do Ensino Fundamental. Uma das maneiras para valorizar os mestres da rede pública municipal é através do uso ampliado do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), sempre ouvindo os docentes.

“Quero firmar o compromisso público de dar uma estrutura melhor para os professores trabalharem. Valorizar os nossos mestres. Não vou usar os recursos do Fundeb de forma política, e sim garantir o pagamento de 14º e 15º salários, direcionando um percentual maior. E o mais importante, com total transparência. É cuidar das pessoas para preparar a educação para o futuro. E isso só vai acontecer através dos nossos professores”, assegurou Ricardo Nicolau.

A construção de complexos escolares visa, entre outras metas, ajudar os os pais que têm mais de um filho e levam as crianças para a escola. Com os complexos, irmãos poderão estudar no mesmo prédio/endereço, embora em classes diferentes, devidamente separadas por idade e série. Para a gestão de Ricardo Nicolau, as ações da prefeitura pela educação vão começar desde a creche.

“A educação começa pela base, com creches para que as mães tenham lugares seguros para deixar seus filhos e ir trabalhar. Nós vamos também melhorar os horários de entrada e saída das creches, e mudar para horários comerciais, mais próximos aos horários de trabalho das mães e pais. Por exemplo, com abertura a partir da 6h30 e fechamento às 19h30”, explicou Ricardo Nicolau.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.