BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Na CPI, Mayra Pinheiro confirma que orientou uso de cloroquina em Manaus: “É inadmissível não usar”


A médica Mayra Pinheiro, conhecida como “Capitã Cloqueina” confirmou na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, nesta terça-feira (25), que o governo de Jair Bolsonaro orientou o uso de cloroquina em Manaus enquanto a capital amazonense enfrentava seu pior momento na pandemia.

A pediatra integrou a “comitiva” de médicos enviada a Manaus pelo ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em janeiro deste ano, para difundir o uso da cloroquina e outras substâncias sem eficácia contra a Covid-19.

Ao ser questionada pelo relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), sobre a recomendação do uso do medicamento, Mayra rebateu: “o Ministério da Saúde não recomenda, o Ministério da Saúde orienta”.

O senador então reformulou a pergunta, desta vez usando a palavra “orienta”. A médica confirmou a orientação da substância para médicos de Manaus e, segundo ela, “de todo o Brasil”.

“O meu trabalho é dar conhecimento, sobretudo para a sociedade médica, e são eles os prescritores, de todo o documento juridicamente perfeito elaborado pelo ministério. O Ministério da Saúde tem uma nota de orientação, número nove, que depois foi transformada na nota numero 17, onde ele orienta, segundo o parecer do Conselho Federal de Medicina (CFM), que os médicos para o enfrentamento dessa doença possam usar dos medicamentos off label que estão disponíveis. Então, nós orientamos”, confirmou a pediatra.

“O nosso inimigo em comum é o vírus, todos os recursos tem que ser utilizados”, continuou Mayra. “É inadmissível não usar”, afirmou em outro trecho do depoimento.

Fonte: Revista Fórum

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.