BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Mulher morre após levar facada de vizinha em Manaus



Uma briga entre vizinhas terminou em tragédia na noite de domingo (25), na rua Balbi Carreira, no bairro Alvorada, na Zona Centro-Oeste de Manaus. Com uma facada no peito, a venezuelana Neritza J. Jaramillo Menezes, de 23 anos, foi assassinada pela também venezuelana Carmen Ofélia Rodrigues Ramires.

Conforme informado por testemunhas à polícia, as duas vizinhas estavam consumindo bebidas alcoólicas e começaram a discutir. Vizinhos da vítima relataram que a motivação do crime pode ser uma discussão por conta de trabalho,  pelo fato das duas já terem realizado serviço de limpeza para uma mesma pessoa e a vítima estava com a vaga atualmente.

Carmen pegou uma faca na casa onde mora e desferiu um golpe fatal no peito de Neritza. A mulher acabou agonizando. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda chegou a ir ao local, mas apenas constatou a morte.

A suspeita do crime permaneceu no local e foi presa pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que esteve no local para recolher detalhes do crime.

O corpo de Neritza foi removido pela equipe do Instituto Médico Legal (IML)  e levado para exame necroscópico.

Carmen foi autuada em flagrante por homicídio e ficará à disposição da Justiça.  Ela deve passar por  audiência de custódia na Central de Recebimento e Triagem (CRT), no quilômetro oito da rodovia federal BR-174.

Versão da suspeita

A suspeita do crime relatou à polícia que desferiu o golpe após Neritza tirar uma "brincadeira" com o marido dela. Em depoimento, Carmen disse que não tinha noção que a facada ia matar a vizinha.

"A suspeita relatou em depoimento que o crime aconteceu após a vítima ter tirado uma brincadeira com o esposo dela. Ainda não sabemos o teor dessa brincadeira. Ela afirmou que não tinha dimensão que o golpe pudesse matar a vítima, tanto que após a facada ela foi para casa e saiu cinco minutos depois ao saber que a mulher estava morta", relatou o delegado Charles Araújo, titular da DEHS.

Fonte: Portal Em Tempo

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.