BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Ministro Ricardo Salles é alvo de operação da PF


O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, é alvo de busca e apreensão da Polícia Federal na manhã desta quarta-feira na operação Akuanduba.

Por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), o presidente do Ibama, Eduardo Bim, foi afastado do cargo. Moraes autorizou ainda a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Salles.

A operação investiga suspeitas de crimes de corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e facilitação de contrabando por agentes públicos e empresários do setor madeireiro

Os agentes da PF cumprem 35 mandados de busca no Distrito Federal, São Paulo e Pará. Moraes suspendeu ainda despacho do Ibama, de 2020, que, segundo a PF, permitia a exportação de produtos florestais sem a necessidade de emissão de autorizações.​ Essa medida permitiu a regularização, segundo a PF, de cerca de 8 mil cargas de madeira ilegal.

O nome de Akuanduba faz referência a divindade dos índios Araras, que habitam o Pará.

A investigação é baseada em dados fornecidos por autoridades de outros países sobre possíveis desvios de conduta de servidores públicos durante o processo de exportação de madeira.

Ricardo Salles foi denunciado pelo ex-chefe da Polícia Federal no Amazonas, Alexandre Saraiva, também por advocacia administrativa, prevaricação.

A denúncia custou o cargo a Saraiva, que foi demito. O delegado da PF acusou Salles de agir em favor de madeireiros que cometem crimes ambientais na Amazônia.

Ricardo Salles foi denunciado pelo ex-chefe da Polícia Federal no Amazonas, Alexandre Saraiva
Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.