Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Ministro do STF quer afastar Bolsonaro do cargo


O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou nesta segunda-feira (30) um pedido de afastamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à procuradoria-geral da República. Marco Aurélio é o relator da notícia-crime protocolada na semana passada pelo deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG), que acusa Bolsonaro dos crimes de omissão e difusão do coronavírus.

Trâmite

Caso a PGR aceite a notícia-crime, Câmara será consultada para autorizar ou não o seguimento da Ação Penal e, em caso positivo, Bolsonaro será afastado por 180 dias. Em caso de crime transitado em julgado, o presidente perde o mandato.

Coincidência

A notícia veio a público no dia 30, mas deve fazer grande barulho neste dia 31 de março, exatamente o dia em que a Força Armada tomou o Brasil em um golpe militar. O que costumeiramente Bolsonaro chama de ‘revolução’.

Moro é “egoísta...”

A crise do coronavírus vem causando estragos internos também no governo de Jair Bolsonaro. O presidente chamou o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, de “egoísta” e reclamou que o ex-juiz não ajuda o governo na crise do coronavírus.

...acusa Bolsonaro!

Isso porque Moro retuitou um artigo do ministro do STF, Luiz Fux, em que ele pede prudência por causa da infecção do vírus. “Está na ordem do dia a virtude passiva dos juízes e a humildade de reconhecer, em muitos casos, a ausência de expertise em relação à covid -19”, retuitou o ex-juiz da Lava Jato.

“Só pensa nele”

De acordo com reportagem do Estadão, nesta segunda-feira (30), Bolsonaro reclamou da postura do ministro da Justiça dizendo que o ex-juiz “só pensa nele” e “não está fazendo nada” para ajudar o governo na batalha que o presidente trava com os governadores.

Pior a emenda ...

Sérgio Moro irritou ainda mais o chefe ao reforçar o artigo de Fux com o comentário: “Trecho de excelente artigo publicado pelo Mininstro Luiz Fux no O Globo. Prudência no momento é fundamental.”

Isolado

A declaração empurra o presidente cada vez mais para a situação de “homem mais sozinho do Brasil.” A cada dia que passa ele se isola em sua campanha pessoal contra a quarentena para impedir a infecção pela COVID-19, a exemplo de outros países no mundo.

A hora é agora

Em Curitiba, correligionários de Sérgio Moro o aconselham que a hora de o ministro pedir demissão “é agora”. Se é que ele  pretende disputar a Presidência da República. Segundo o séquito do ex-juiz da Lava Jato, o presidente Jair Bolsonaro levantou a bola e deu motivo para seu ministro mais popular deixar o governo.

151 infectados

O Amazonas é o estado do Norte com o maior número de infectados, contabilizando 151 casos e uma morte. Há 11 pacientes internados em UTI. Manaus concentra a maioria dos registros, mas o vírus já chegou a outros seis municípios.

Curados

Mas o que chama a atenção é o número de pessoas clinicamente curadas. De acordo com a FVS, são quatro os que foram infectados e que não estão mais no período de transmissão

Comércio

Comerciantes tiveram encontro com o governador Wilson Lima na noite desta segunda-feira. Eles estavam confiantes em que iriam convencer o governo a mudar de opinião e reabrir as lojas e shopping em Manaus.

Mudança

Mas saíram de lá convencidos de que o momento é de prudência. O governo escalou o infectologista Marcos Lacerda, que deu aula para os representantes do comércio. No final, eles não tiveram mais qualquer argumento.

Encontro foi na segunda-feira à noite

Verba liberada

O governador Wilson Lima anunciou, nesta segunda-feira (30/03), a liberação de R$ 23 milhões para os municípios do interior aplicarem em ações de combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

— Esse dinheiro é do FTI, e com ele os prefeitos podem colocar em prática os seus planos de contingência, para comprar insumos e também para contratação de pessoal.

Vencer a guerra

FTI é o Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI), que tem possibilitado a ampliação dos investimentos na área da saúde.

— Juntos, pode ter certeza, nós vamos vencer essa guerra –, afirmou Wilson por meio das redes sociais.

Bolsa merenda

O prefeito Arthur Virgílio (PSDB) também vem fazendo a sua parte. Está implantando o programa “Nossa Merenda”, um auxílio de natureza financeira no valor de R$ 50 ao mês para garantir a alimentação de mais de 80 mil alunos da rede pública municipal em situação de vulnerabilidade econômica.

Segurança alimentar

O projeto de Lei foi aprovado  nesta segunda-feira, 30/3, pela  Câmara Municipal.

— É uma medida emergencial, visando à garantia da segurança alimentar dessas crianças nesse período complicado para a saúde e para a economia das famílias –, disse o tucano.

Desconto nas escolas

As escolas particulares de Manaus podem reduzir suas mensalidades em pelo menos 30%, enquanto durar o plano de contingência do novo coronavírus, do Governo Federal. Mas isso se for aprovado o  Projeto de Lei (PL) 143/2020 do vereador Alonso Oliveira (sem partido), que tramita na Câmara Municipal.

Alívio para os pais

Segundo o texto, as unidades de ensino que possuem calendário escolar regular, com férias no meio do ano, poderiam aplicar o desconto a partir do 31º dia de suspensão das aulas.

Quarentena das galáxias

O rei da Tailândia está de quarentena durante a pandemia do coronavírus em um hotel na Alemanha na companhia de um verdadeiro harém, com as suas 20 namoradas. A presença do monarca Maha Vajiralongkorn, também conhecido como Rama X, no Grand Hotel Sonnenbichl, na cidade de Garmisch-Partenkirchen, na região de montanhas da Baviera, foi noticiado pelo jornal alemão Bild.

Agora é crime

Decisões da Justiça em três estados brasileiros – Goiás, Maranhão e são Paulo –, proíbem manifestações de rua que possam gerar aglomerações, como os atos pela reabertura do comércio organizados em grande número de cidades.

Se for pra rua é preso

A medida vale até 30 de abril. Os juízes entendem que os protestos nas ruas causam aglomerações e desrespeitam medidas de isolamento social tomadas pelos governos para evitar a propagação do coronavírus.

Força policial

A decisão autoriza o uso de forças da segurança pública, "dentro dos limites legais", para conter os protestos que possam causar aglomeração. Os organizadores serão responsabilizados criminalmente.

ORGULHO

Os principais executivos da Disney estão sacrificando seus próprios salários na tentativa de ajudar a financiar pagamentos dos funcionários durante a a atual crise econômica causada pela pandemia do COVID-19. Nomes como Bog Iger, presidente executivo da empresa, comprometeu-se em doar todo o seu salário para ajudar na campanha, enquanto seu substituto Bob Chapek, abriu mão de 50% do seu salário. A Disney foi duramente atingida pela crise do coronavírus. Analistas estimam que a empresa deve estar perdendo mais de 350 mil dólares por dia.

VERGONHA

A BBB Manu Gavassi, 27 anos, disse que odeia o festival de Parintins (AM). A opinião deselegante e desastrada circula nas redes sociais através de um tweet onde a cantora e atriz diz “odiar o Festival de Parintins”, uma das mais reconhecidas festas populares do país. O que a moça não sabe é que o carmaval do Rio de Janeiro, que ela tango aplaude, é feito pelos caboclos de Parintins, todos saídos da ilha, onde encantam o mundo e fazem até boi voar.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.