BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Médico é acusado de cometer mais de 200 abortos ilegais em Manaus


O médico Antônio Lopes e a esposa dele, Maristela Lopes, foram presos na última quinta-feira (2), no Rio de Janeiro (RJ) por manterem uma clínica clandestina de aborto, onde cobravam R$ 5 mil pelo procedimento. O médico já trabalhou na maternidade Moura Tapajóz, em Manaus. Segundo informações da polícia, ele teria cometido pelo menos 200 abortos ilegais na capital amazonense.

De acordo com informações da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Maristela conseguia as clientes que fariam o aborto, fazia a contabilidade da clínica clandestina e ajudava o médico durante o procedimento.

Na clínica, foram encontrados medicamentos vencidos com datas entre 2017 e 2020. No momento da operação policial, uma mulher de 37, que havia acabado de passar pelo procedimento ilegal, foi encontrada e encaminhada para atendimento em uma maternidade.

Na época em que atuava em Manaus, a Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) investigou a conduta do médico. A investigação não foi adiante por falta de provas.

Fonte: Portal A Crítica

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.