Calendário

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Manaus registra menor número de mortes no trânsito dos últimos 10 anos

A capital amazonense registrou queda no número de vítimas fatais no trânsito. Em agosto deste ano, Manaus teve o menor número de mortes no trânsito para o mês dos últimos 10 anos. Com 12 mortes registradas em agosto de 2019, a redução é de 47,83%, na comparação com o mesmo período do ano passado, quando ocorreram 23 mortes.

Antes de agosto de 2019, os menores índices haviam sido registrados em 2009, 2011 e 2014, quando ocorreram 17 mortes em cada um desses anos. Em 2016, Manaus registrou o maior número de mortes, chegando a 50 óbitos ocasionados por acidentes de trânsito.

O diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, disse que números refletem o resultado do trabalho realizado por toda a equipe da instituição.

Os dados são da Secretaria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (Seai/SSP-AM) e refletem o reforço na fiscalização e de campanhas educativas do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). Entre os meses de janeiro e agosto de 2019, o Detran-AM realizou, por meio do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot), 187 operações de fiscalização em Manaus e nos municípios de Presidente Figueiredo, Manacapuru, Iranduba, Itacoatiara, Rio Preto da Eva e Parintins.

O gestor do Departamento de Trânsito lembrou da redução no número de mortes em acidentes de trânsito nos meses anteriores.

As operações de fiscalização ocorrem em parceria com a Polícia Militar e o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran) e fazem parte da estratégia do sistema de segurança pública, determinada pelo governador Wilson Lima. Além da ação de fiscalização, as ações educativas do Detran-AM alcançaram mais de 70 mil pessoas durante 170 atividades realizadas em sete cidades do Amazonas. As programação de atividades da Gerência de Educação para o Trânsito ocorre em escolas públicas e privas e instituições da iniciativa privada.

Deixe uma resposta