BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Manaus registra mais de 700 mil atrasados com a terceira dose



Mais de 700 mil pessoas que já poderiam ter tomado a dose de reforço (terceira dose) contra a Covid-19, na capital amazonense, ainda não compareceram aos pontos de vacinação para fazer a atualização do esquema vacinal. A informação da Prefeitura de Manaus, gerada pelo Sistema Municipal de Vacinação (SMV-Covid) da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), é motivo de alerta, de acordo com o secretário da pasta, Djalma Coelho.

“Os estudos demonstram que a imunidade conferida pelas vacinas contra o vírus (SARS-CoV-2) sofre redução após um período de três a quatro meses, por isso o Ministério da Saúde estabeleceu a dose de reforço, ampliando o esquema inicial de duas doses para garantir à população maiores níveis de proteção contra a Covid-19”, observa o secretário.

Podem receber a primeira dose de reforço (terceira dose) todas as pessoas de 18 a 59 anos que completaram o esquema inicial de duas doses há, pelo menos, quatro meses; as pessoas de 60 anos ou mais que tomaram as duas doses há, no mínimo, três meses; e os imunossuprimidos maiores de 18 anos, que se vacinaram com a segunda dose há, pelo menos, 28 dias.

A dose de reforço também está disponível para os adolescentes de 12 a 17 anos com alto grau de imunossupressão, devendo ser aplicada com intervalo de dois meses após a segunda dose.

Para os que receberam o imunizante da Janssen, que prevê dose única para o esquema vacinal inicial, a dose de reforço (segunda) deve ser aplicada dois meses após a primeira e, neste caso, não há recomendação, por enquanto, de terceira dose.

As doses de reforço para o público de 12 a 17 anos, sem doenças preexistentes, e para as crianças de 5 a 11 anos também ainda não estão recomendadas pelo Ministério da Saúde.

Redação

Redação

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.

Manaus