Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Mais dez pacientes recebem alta do hospital de campanha da Prefeitura


Dez pacientes que estavam internados no hospital de campanha municipal Gilberto Novaes, no bairro Lago Azul, zona Norte, receberam alta médica nesta terça-feira, 28/4. Ao todo, 58 pacientes vítimas da Covid-19, causada pelo novo coronavírus, que deram entrada na unidade, gerida pela Prefeitura de Manaus junto com o grupo Samel e o instituto Transire, já receberam alta desde que o hospital entrou em funcionamento no dia 14 este mês.

“Hoje devolvemos para as famílias mais dez vidas, foi nosso recorde de alta por dia. Mais uma alegria é poder ter feito a internação desses dez pacientes sem precisar da entubação, utilizando a ‘cápsula Vanessa’. Essa felicidade das altas é compartilhada com o prefeito Arthur Neto, que foi quem acreditou no trabalho do grupo Samel, teve coragem de colocar aqui, junto com o Ricardo Nicolau, o mesmo tratamento e procedimentos que se têm na rede privada”, destacou o diretor-presidente da Samel, Luís Alberto Nicolau.

Entres os dez pacientes que puderam voltar para casa estava o motorista de aplicativo José Martins, 57, que passou uma semana internado após sentir muita falta de ar. “Vejo muita gente nova pegando isso e não resistindo, fiquei com medo. Mas quando cheguei aqui fui muito bem tratado e quando comecei a respirar melhor acreditei que eu ia sair e hoje posso voltar para casa”, contou emocionado.

Para o enfermeiro Amós Cruz, que também recebeu alta, o tratamento continua mesmo de casa. “Agradeço a toda equipe médica, agora vamos continuar o tratamento de casa para logo mais voltar à ativa para ajudar meus colegas de profissão”, salientou.

Com novos leitos sendo disponibilizados gradualmente, o hospital de campanha está atendendo atualmente com 76 leitos no total, sendo 38 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e mais 38 de unidades semi-intensivas.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.