BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Jovens fazem saudação nazista em sala de aula e são suspensos


Adolescentes de 17 anos que estudam no Colégio Santa Maria, um dos mais tradicionais da rede particular, fizeram saudações nazistas em uma sala de aula da escola, na Zona Sul do Recife. A imagem, postada nas redes sociais na quarta (4), mostrava o grupo participando de uma ação de campanha para a escolha do orador de uma turma do ensino médio. A direção suspendeu os alunos até terça (17).

Na foto postada na conta @militância.2020, no Instagram, aparece um jovem de roupas pretas, em cima de um tablado na sala de aula, e os colegas, de frente para ele, com camisetas claras. Todos estão com um dos braços esticados e o outro nas costas, como faziam os seguidores do nazismo, durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

No texto, o jovem é apresentado como interessado em ocupar o cargo de orador e usa expressões que ficaram conhecidas pelos simpatizantes de Adolf Hitler, ditador nazista e chanceler da Alemanha na guerra ocorrida no século 20. A conta em que a imagem foi postada foi removida da internet.

“É com muito prazer que apresento-lhes F.B. para candidato a orador. Ele promete ser o novo fürrer (sic) da séria nessa caminhada para a construção de um inovador reich”, dizia a postagem.

Na apresentação, o rapaz era mostrado como “aquele que atende todos os requisitos para ser o melhor orador da história do colégio”.

Além disso, a conta tinha assinaturas com referências a outros termos do nazismo, em forma de hashtags, como #Ariano e #QuartoReich.

De acordo com a Diretoria de Marketing do Santa Maria, os estudantes estudam no terceiro ano do ensino médio. Ainda segundo a diretoria, eles e seus pais e responsáveis participaram de uma reunião, nesta quinta (5), com a direção da escola.

Também nesta quinta, o Santa Maria publicou uma nota e disse que “tomou as medidas cabíveis”. Além disso, a escola afirmou que não apoia nenhum comportamento que vá contra os valores cristãos e éticos e em relação à valorização à vida e o respeito a todas as raças, povos e crenças.

“Em nome do colégio, pedimos desculpas a todos aqueles que se sentiram ofendidos”, disse a nota divulgada pelo Santa Maria.

Fonte: G1

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.