BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Josué Neto não quis assumir cadeira de governador; base disse que foi manobra


Com o governador Wilson Lima na Espanha para a Cúpula Mundial do Clima (COP-25) e o vice Carlos Almeida em Brasília discutindo um projeto que poderia prejudicar a Zona Franca de Manaus (ZFM), coube ao deputado estadual Josué Neto assumir a cadeira do Governo do Estado. Mas não foi isso o que aconteceu. Josué abriu mão de assumir o cargo e foi para a Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), exatamente no dia em que seriam analisados três Projetos de Lei Complementar (PLCs), enviados pelo governo. Na sede do governo a ‘manobra de Josué’, como foi chamada, não foi bem vista.

Estranheza

Nos corredores da sede do governo, da ALE e entre secretários, circulou a informação de que Josué, na verdade, queria dificultar a aprovação das matérias que eram vistas pelo Estado como essenciais para 2020.

Reunião

As votações chegaram a ser suspensas para serem discutidas, o que fez com que a base do governo ficasse apreensiva. “Ele quer dificultar pra se promover politicamente”, confidenciou ao Blog um deputado estadual.

Irritada

Alessandra Campelo era uma das mais irritadas. Era claro no semblante da parlamentar que nem tudo estava saindo como a base esperava. Outros parlamentares questionam por qual motivo Josué estava na Assembleia, já que era era o governador em exercício.

Ufa…

Mas no final, as três matérias acabaram sendo aprovadas. O primeiro era o Regimento Próprio de Previdência do Estado do Amazonas. O segundo autorizava o Poder Executivo do Amazonas a contratar operação de crédito externa junto ao International Bank for Reconstruction and Development – IBIRD. E o terceiro era concessão de crédito presumido do ICMS pra quem explora gás e petróleo

E o governo?

Em tempo, como Josué não assumiu o Estado, quem sentou na cadeira de governador foi o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Yedo Simões, o quarto na linha de sucessão. 

E Josué?

O presidente da ALE disse que tem plena consciência do que fez ao abrir mão do cargo interino de governador. “Tomei a decisão com toda a responsabilidade que me cabe, e que tenho historicamente”, afirmou.

Racha

Muito já se comenta sobre um racha de Josué Neto com o governador Wilson Lima.

Sem candidatura

Vale lembrar que recentemente, Josué disse que nãos será candidato a prefeito nas eleições de 2020.

Inflação do Natal

A ceia de natal dos amazonenses será mais cara em 2019. Nos principais supermercados e atacadistas de Manaus, a ‘cesta natalina’ pronta é comercializada, em média, de R$ 33 a R$ 88,90. 

Suínos

Opção para a alta nos preços da carne bovina, os suínos também devem ter um destaque maior nas festividades de 2019.

Pernil

O pernil com osso é encontrado custando R$ 12,79, o quilo, no supermercado Rodrigues, do conjunto Vieiralves. Nos demais estabelecimentos, o preço varia de R$ 14,19 até R$ 18,99.

Vieiralves

O fluxo de trânsito em muitas ruas do conjunto Vieiralves vai mudar. Muitas ruas do local já funcionavam em sentido único em alguns anos, mas, agora, praticamente todas as vias terão apenas uma ‘mão’.

Mudanças

A sinalização já começou a ser feita com pintura nas vias. A rua Rio Intananã, por exemplo, onde fica o Supermercado Vieiralves, funcionava em duplo sentido. Porém, passará a operar apenas no sentido Avenida João Valério-Acre.

Adaptação

A Prefeitura de Manaus ainda fará uma campanha para informar as mudanças. Depois disso a multa ‘vai comer’. Isso porque, no Vieiralves, o que mais se vê é gente andando na contramão.

Atque à ZFM

As comissões de Assuntos Econômicos (CAE) e de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) aprovaram nesta terça-feira (10) o Projeto de Lei (PL) 4.805/2019 que reformula as regras para incentivar a tecnologia da informação.

O projeto, proveniente da Câmara, segue com urgência para votação em Plenário.

Rumos à economia

Para o  senador Omar Aziz (PSD-AM), a nova lei preservará a indústria brasileira.

— Define rumos para a nossa economia, a economia do estado do Amazonas e a economia do Brasil. (…) uma lei que dá competitividade ao Amazonas e também ao resto do Brasil — afirmou Omar Aziz.

Pressão estrangeira

Para o senador tucano Plínio Valério, o  texto cumpre determinação da Organização Mundial do Comércio (OMC) para reformulação da Lei de Informática até o final de 2019. A decisão da OMC veio em resposta à queixa da União Europeia em 2014 e do Japão em 2015.

Segundo eles, o Brasil concede incentivos fiscais por meio de tributos, mas cobra esses impostos integralmente dos concorrentes importados.

Números da ZFM

Em 2018, o investimento em pesquisa e desenvolvimento foi em torno de R$ 2 bilhões. Em 2017, a renúncia fiscal do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) das empresas incentivadas passou de R$ 5,5 bilhões. E os tributos pagos por elas, mais de R$ 10 bilhões.

Para  taxistas

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) aprovou em sessão extraordinária, nesta terça-feira (10/12), Projeto de Lei 397/2019 que faz modificações na Lei sobre os. Serviços de Transporte Individual de Passageiros em Veículos de Aluguel, na modalidade Táxi.

O que muda

Entre as mudanças na regulamentação, está o aumento no prazo de validade do veículo que passa de cinco para dez anos; a permissão para que o taxista exerça outra atividade remunerada fora do sistema; e a redução das taxas pagas pelos profissionais em mais de 50%.

Cassada por corrupção

Por 6 votos a 1, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta terça-feira (10) cassar o mandato da senadora Selma Arruda (Podemos-MT) por abuso de poder econômico e caixa dois nas eleições do ano passado.

Vergonha

Conhecida como Juíza Selma, a parlamentar aposentou-se da magistratura e concorreu ao cargo pelo PSL. Se elegeu na onda de “moralização” e da “nova politica” de Bolsonaro. Mas não fez o que pregou.

Com a decisão, novas eleições para o cargo deverão ser convocadas pela Justiça Eleitoral de Mato Grosso, cuja data ainda será definida.

Educação estagnou

A professora Therezinha Ruiz, que está deputada pelo PSDB, colocou o dedo na ferida da Educação. Disse que o desempenho do Brasil no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa na sigla em inglês), divulgado na semana passada, é frustrante.

— É uma situação preocupante porque mostra que a educação básica estagnou no Brasil, o que vai refletir negativamente no Índice de Desenvolvimento Humano do País –, cutucou Ruiz.

Hermano civilizado

Na discurso de posse, o novo presidente da Argentina, Alberto Fernández,  reafirmou o compromisso do país com o Mercosul e acenou ao Brasil dizendo ter “uma agenda ambiciosa” com o vizinho.

Presente à cerimônia, o vice presidente do Brasil, general Hamilton  Mourão, assentiu com a cabeça de que estava concordando com tudo.

Meu desejo

Mais tarde, o general tuitou:

— Missão cumprida! Expresso meu desejo de que as relações entre os nossos países sejam cada vez mais fortes, maduras e reciprocamente proveitosas.

Assim com o Lula 

A vice-presidente de Fernández é Cristina Kirchner, que já governou a Argentina por dois mandatos e foi aliada dos governos petistas.

EM ALTA

Pela terceira vez, a África do Sul leva o Miss Universo e desta vez a escolhida é a relações públicas Zozibini Tunzi, de 26 anos, Veja o que ela disse no  discurso de premiação: ”Eu cresci em um mundo em que uma mulher com a minha pele, a minha aparência e o meu cabelo não era considerada bonita. Isso acaba hoje! Quero que as crianças enxerguem o reflexo dos seus rostos no meu”, disse Zozibini.

EM BAIXA

A educação no Brasil não vai bem das pernas. O país aparece entre as 20 piores colocações no ranking das três áreas analisadas pelo Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes). É a principal avaliação da educação básica no mundo.

Os resultados, divulgados na última terça (03) pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), mostram o desempenho dos alunos de 15 anos de 79 países e territórios em matemática, ciências e leitura.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.