BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

TCE-AM retifica e desmembra edital de concurso público para provimento imediato de 40 vagas


O Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) divulgou, nesta terça-feira (18), os editais do concurso público para provimento imediato de 40 vagas para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo para as áreas de Auditoria Governamental, Auditoria de Obras Públicas, Auditoria de Tecnologia da Informação, e vagas no Ministério Público de Contas, com vencimento de R$ 8.328,77, além de benefícios. Os documentos são retificações ao Edital nº 01/2021 divulgado na segunda-feira (10/05). Os editais completos foram disponibilizados no Diário Oficial Eletrônico (DOE) do TCE-AM e no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Segundo os novos documentos, o concurso público foi desmembrado em dois editais: um com 18 vagas na área de Auditoria Governamental e duas vagas do Ministério Público de Contas, com provas objetivas em 18 de agosto, das 08h às 11h para a área de Auditoria Governamental e, das 14h às 17h para a área de Ministério Público de Contas, e provas discursivas em 25 de agosto, de 8h às 11h para a área de Auditoria Governamental e, das 14h às 17h para a área de Ministério Público de Contas; e um segundo edital com cinco vagas na área de Auditoria de Obras Públicas e 15 vagas na área de Auditoria de Tecnologia da Informação, com provas dia 18 e 25 de agosto, das 14h às 17h.

As inscrições devem ser realizadas no período de 21 de maio de 2021 a 22 de junho deste ano, para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo na área de Auditoria de Obras Públicas e de Auditoria de Tecnologia da Informação, e de 24 de maio a 22 de junho deste ano para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo na área Auditoria Governamental e para o Ministério Público de Contas, exclusivamente no site da FGV.

“Publicamos o edital na última semana, mas a Comissão do concurso identificou pontos que mereciam atenção e correção. Com tudo corrigido, retificamos o edital e estamos disponibilizando à sociedade. Haverá concurso público para Corte de Contas e minha intenção é nomear os aprovados ainda no segundo semestre deste ano”, disse o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

Requisitos

Para a área de Auditoria Governamental, o candidato deve ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Para a área de Auditoria de Obras Públicas, o candidato deve ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer das áreas de formação da Engenharia ou Arquitetura, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Para a área de Auditoria de Tecnologia da Informação, o candidato deve ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em tecnologia da informação, em todas as suas acepções, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Já para o Ministério Público de Contas, o candidato deve ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Provas

As provas objetivas serão realizadas em 18 de agosto de 8h às 11h para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo na área de Auditoria Governamental e das 14h às 17h para a área de Ministério Público de Contas. A prova será composta por 80 questões, sendo 30 questões de Conhecimentos Básico e 50 questões de Conhecimentos Específicos. Todas as questões terão cinco alternativas.

As provas discursivas serão realizadas em 25 de agosto de 8h às 11h para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo na área de Auditoria Governamental e das 14h às 17h para a área de Ministério Público de Contas.

A Prova Escrita Discursiva será composta de duas questões de qualquer tipo, formuladas pela respectiva FGV, podendo abranger quesitos objetivos, problemas, dissertações, pareceres ou peças processuais, bem como questões do tipo misto.  As questões da Prova Escrita Discursiva poderão envolver as seguintes disciplinas: Controle Externo, Administração Financeira e Orçamentária, Auditoria e Controle da Administração, Direito Constitucional e Direito Administrativo e Transparência da Administração Pública.

Já para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo nas áreas de Auditoria de Obras Públicas e Auditoria de Tecnologia da Informação, a Prova Escrita Objetiva será realizada, em dois dias, 18 de agosto de 2021 e 25 de agosto de 2021, das 14h às 17h para as áreas de Auditoria de Tecnologia da Informação e Auditoria de Obras Públicas.

Serão 120 questões, sendo 60 questões de Conhecimentos Básicos aplicadas no primeiro dia de prova e 60 questões de Conhecimentos Específicos aplicadas no segundo dia de prova. Todas as questões terão cinco alternativas.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.