BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Irmãs são presas acusadas de mandar matar mulher em Manaus


Motivada pela fúria de não ter sido escolhida por um homem, Jucileia Jakiminutt é apontada pela Polícia Civil do Amazonas como a mandante da tentativa de homicídio cometida contra uma técnica de enfermagem de 34 anos. Para isso, a suspeita contou com ajuda da irmã Juciane Jakiminutt Campos.

As duas foram presas na tarde de domingo (13), no bairro Novo Aleixo, na Zona Norte.  O crime aconteceu  em fevereiro deste ano no conjunto dos Industriários, na Zona Leste de Manaus.

Conforme  o delegado Marcio André, titular do 25° Distrito Integrado de Polícia (DIP), as irmãs foram capturadas em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

"As investigações apontaram que o crime foi passional. Jucileia teve um relacionamento amoroso com um homem que também se relacionava com a técnica de enfermagem. A suspeita não aceitou que o parceiro ficasse com outra mulher e tramou o crime", explicou o delegado.

Incorformada com a rejeição, a mulher pediu ajuda da irmã e as duas contrataram um "pistoleiro" para tirar a vida da técnica de enfermagem.

"A vítima já era ameaçada pela Jucileia, mas por imaginar que nada de mais grave fosse acontecer, acabou não registrando a ocorrência. A técnica de enfermagem foi atacada quando chegava do trabalho. Ela conseguiu sobreviver e está em fase de reabilitação", declarou o titular do 25° DIP.

Tiros

A vítima se preparava para entrar em casa, quando foi surpreendida por um homem, que estava em um carro, modelo Fiat Grand Siena, estacionado em frente à sua residência. Na ocasião, o criminoso efetuou oito tiros contra a técnica de enfermagem.

Segunda a polícia, o suspeito já aguardava no local antes mesmo da servidora da Hemoam chegar, e fugiu logo após consumar o ataque. Enquanto a mulher precisou ser levada às pressas para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, onde passou por tratamento cirúrgicos.

"A vítima passou por intervenções cirúrgicas reparatórias, porque alguns disparos atingiram o rosto dela. Ela teve que reconstruir e maxilar, está bem e em processo de reabilitação", informou o delegado.

Fonte: Portal Em Tempo

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.