BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Inverno amazônico eleva testagem por RT-PCR no estado


A quantidade de testes RT-PCR realizados nas Serviços e Unidades de Pronto Atendimento (SPAs e UPAs) da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) quadruplicou na primeira semana deste mês, se comparada com a última semana de novembro. A procura pelo exame é reflexo da chegada do inverno amazônico, período de maior incidência de chuvas, que marca também a sazonalidade do aumento de casos de Síndrome Gripal (SG) e Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG).

Em todo o mês de novembro, foram realizados 5.354 testes de RT-PCR para diagnóstico da Covid-19 em SPAs e UPAs, com 241 pacientes testando positivo para a Covid-19. A taxa de positividade no mês é considerada baixa, sendo de 4,6%.

Na última semana de novembro, entre os dias 24 e 30, foram realizados 1.572 testes de RT-PCR, com 45 tendo resultado positivo. A taxa de positividade foi de 2,8%. Antes deste período, de 1º a 23 de novembro, a média diária de testes realizados era de 160 por dia, e na última semana do mês subiu para 225.

Em dezembro, no período dos dias 1º a 7, foram realizados 5.256 testes de RT-PCR em 11 SPAs e 2 UPAs, com uma média de 750 testes por dia, com 51 pacientes testando positivo para o novo coronavírus. A taxa de positividade neste período foi de 1,7%.

A procura pelo exame é reflexo da chegada do inverno amazônico. Foto: Rodrigo Santos/SES-AM

Perfil – Os atendimentos nas unidades, na maioria dos casos, são de pessoas que têm perfil para atendimento ambulatorial, que têm classificação de risco baixo, não evoluindo com gravidade e internações. Porém, por conta do aumento de casos de Covid-19 e da circulação de outros vírus respiratórios nesse período, a SES-AM amplia a oferta do teste de antígeno, que libera o resultado de forma mais rápida, para agilizar o atendimento e o diagnóstico da doença.

“A secretaria traçou estratégia de fortalecimento dessas unidades com testes rápidos de antígenos, kit de coletas de RT-PCR, insumos, medicamentos e também adotou, como primeira opção, o teste de antígeno para diagnóstico mais rápido e para classificar esse paciente de forma oportuna. Além da realização da coleta do teste RT-PCR para fortalecer a vigilância genômica da Covid-19 e de outros vírus respiratórios dentro da nossa rede de saúde”, explicou Adriana Elias, secretária de Assistência da Capital da SES-AM.

Atualmente, o teste prioritário ofertado nestas unidades é o RT-PCR, padrão ouro para diagnóstico da doença. No entanto, o resultado leva até 48 horas para ser liberado pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM).

A coleta do teste RT-PCR estará mantida, principalmente para os casos em que o teste de antígeno sinalizar resultado negativo, mesmo com o paciente estando com sintomas sugestivos para Covid-19 ou Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). A coleta também auxilia na realização do sequenciamento genômico, na identificação de qual linhagem de vírus respiratório está circulando no estado.

Prevenção – A secretária de Assistência da Capital reforça que a população mantenha os cuidados contra a Covid-19 e as síndromes gripais adotando as medidas não-farmacológicas.

“É importante destacar que nesse período mais chuvoso, em que aumentam as síndromes respiratórias, a população fique atenta às medidas preventivas do uso da máscara, da higienização das mãos e, principalmente, evitar aglomerações desnecessárias”, informou.

Redação

Redação

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.

Manaus