BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Homem morre após ser atingido por linha de cerol em Manaus


O entregador Daniel da Silva Rodrigues, 20, morreu na tarde desta quarta-feira (4), no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, Zona Leste, devido a um corte no pescoço em um acidente com uma linha cerol na avenida Cosme Ferreira, no bairro Zumbi dos Palmares, Zona Leste de Manaus.

De acordo com o irmão da vítima, o universitário Gabriel Rodrigues, 25, Daniel morreu próximo de casa, quando estava a caminho do trabalho em uma motocicleta.. “Meu irmão trabalhava como entregador de farmácia e estava a caminho do trabalho”, disse o irmão.

Gabriel relatou que Daniel foi socorrido por um amigo e policiais militares da 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que estavam fazendo um patrulhamento no local.

“Eles que trouxeram meu irmão para o hospital. O corte no pescoço dele foi muito profundo. O Daniel tinha um filho de três meses, meu irmão também tinha uma deficiência e era uma pessoa muito boa”, afirmou Gabriel Rodrigues.

Para a mãe de Daniel, Maria José da Silva Rodrigues, 54, o caso foi uma fatalidade. “Meu filho era estudioso, trabalhador, bom menino, um bom filho. Eu fiquei sabendo do acidente através de amigos que estavam em uma borracharia, que correram e nos avisaram”, frisou a mãe do jovem.

O corpo de Daniel foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), localizado na Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. O caso será investigado pelo 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP), até o momento ninguém foi identificado neste crime.

Tristeza

Amigos e familiares estavam na tarde desta quarta-feira, no hospital e pronto-socorro João Lúcio chorando pela perda do jovem entregador. Ao saber da morte de Daniel familiares ficaram desesperados na unidade de saúde. A mãe de Daniel passou mal e recebeu os primeiros-socorros no local.

Lei do Cerol

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM), em Manaus, existe a Lei 1.698/2015, que proíbe a venda e o uso do cerol (mistura de cola e vidro moído, linha chilena de óxido de alumínio e silício, ou de qualquer material cortante usado para soltar papagaios ou similares). No caso de Daniel, como faleceu o infrator responderá por homicídio culposo, quando não existe intenção ou não se queria o resultado de morte.

Fonte: Portal A Crítica

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.