BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Homem é preso por lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio



Valdirene de Abreu, 50, conhecido como “Pequeno”, foi preso preventivamente na sexta-feira, 13/05, pelos crimes de tráfico drogas, associação para o tráfico, lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio. A prisão ocorreu na avenida Torquato Tapajós, zona norte de Manaus.

De acordo com o delegado Marcelo Martins, titular do 24° Distrito Integrado de Polícia (DIP), nos últimos dias foi realizada uma operação policial, em que as investigações tiveram início em março de 2021. Na ocasião, foram apreendidos um veículo da marca Chevrolet, modelo S-10 e 257 tabletes de maconha do tipo Skunk, no bairro Centro, zona centro-sul da capital, porém, o infrator e sua companheira Edilma Feitosa da Silva, 40, fugiram antes de serem identificados.

“Demos andamento às investigações e verificamos a movimentação ilícita de milhões de reais nas ações criminosas voltadas para o tráfico de drogas. Com base nisso, houve manejo de medidas cautelares sigilosas perante à Justiça Estadual, que culminaram na decretação do sequestro de 10 veículos e três imóveis que foram adquiridos com o dinheiro do tráfico”, explicou o delegado.

Ainda conforme a autoridade policial, o levantamento investigativo apontou que a companheira do infrator, Edilma, estava residindo em Boa Vista, sendo assim, a Polícia Civil de Roraima foi informada e efetuou a prisão no dia 9 de maio, com auxílio do Cerco Inteligente.

Procedimentos

Ambos responderão pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio. Valdirene será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), já Edilma aguarda decisão judicial em Boa Vista para ser recambiada para Manaus.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.