BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Haddad diz que Bolsonaro dá pouca atenção ao Amazonas


O ex-candidato à presidência da República, Fernando Haddad (PT) afirmou que o governo Bolsonaro dá pouca atenção o Amazonas e não valoriza o Pólo Industrial de Manaus (PIM) e tampouco a floresta amazônica. A declaração foi dada durante a caravana ‘Lula Livre’, que desembarcou na capital do Estado para agenda de um dia, e foi muito concorrida por apoiadores e imprensa.

Passados quase cinco meses, o governo Bolsonaro ainda não destinou qualquer proposta ou projeto para o Amazonas, o que tem deixado a população inquieta. Haddad disse que o discurso do governo caminha na direção oposta, quando membros do governo atacam a Zona Franca de Manaus e a floresta.

“Sem a Zona Franca não terá emprego. Estou aqui para me posicionar contra as medidas do governo Bolsonaro. O governo quer dar incentivos para outras regiões. E aí vai sobrar mineral e vegetal para explorar. Será a única fonte de renda. Vão gerar riqueza ao invés de gerar pobreza. O resgate da economia da região amazônica não passa pelo desmatamento da floresta”, afirma.

A comitiva de Haddad passou pela Moto Honda da Amazônia, em seguida foi ao Porto da Ceasa, na zona Sul, de onde se deslocou até o Encontro das Águas e Lago do Catalão. Durante toda a visita, o petista tirou muitas fotos com apoiadores, mas também chegou a ser vaiado por eleitores de Jair Bolsonaro.

Haddad foi até o Lado do Catalão, próximo ao Encontro das Águas. Fotos: Ricardo Stuckert/ PT
Apoiadores no Porto do Ceasa ao lado do petista. Foto: Thiago Fernando/ Toda Hora
Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.