BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Hackathon promovido pelo Manaus Tech Hub reúne participantes virtuais e presenciais



No último final de semana (04 e 05 de dezembro), o Manaus Tech Hub (MTH), espaço de inovação aberta do Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia, realizou o Hack4Health, hackathon que teve como missão promover soluções inovadoras na saúde digital. Um diferencial do evento foi a participação de equipes tanto na modalidade presencial quanto virtual.

Totalizando 36h de maratona, os times tinham no mínimo três e no máximo seis integrantes, e deveriam focar em soluções compondo pelo menos uma das cinco temáticas - Segurança, Ética, Inovação, Integração e Acessibilidade. Ao final do evento, os jurados avaliaram o pitch final e as ideias propostas em cinco aspectos: Impacto, Criatividade, Viabilidade, Relevância e Apresentação.

A equipe vencedora, intitulada “Dois”, desenvolveu uma solução para auxiliar o público da terceira idade na administração de doses diárias de medicamentos. Chamada de “Memento”, o protótipo consistia em um porta comprimido com sensores ligados a um aplicativo de alarme, totalmente integrado a smartphones.

“Foi uma experiência muito boa, a primeira vez que participo de um hackathon e já tivemos esse resultado incrível. Com certeza queremos continuar trabalhando no projeto”, ressalta Lucas Fernandes, um dos integrantes. Como premiação, cada integrante ganhou um SmartWatch Samsung Galaxy Watch4.

Já a equipe vice-campeã foi a “EurecaTech”, com uma solução voltada para o acompanhamento de usuários de smartwatches que sofrem com apneia do sono. Eles também receberam SmartWatches Samsung, no modelo Galaxy Watch Active2.

No total, foram 18 mentores auxiliando os participantes ao longo de toda a maratona, que ocorreu presencialmente no Casarão da Inovação Cassina, localizado no centro histórico da capital. As quatro equipes remotas puderam acompanhar toda a programação.

A fisioterapeuta Deborah Veras e a educadora física e personal trainer, Gabriella Gonzalez, comandaram os momentos de descompressão. Além disso, os participantes também puderam contar com três palestras para ajudar no desenvolvimento das ideias, entre elas: “Criando uma startup da área de saúde”, ministrada por Laila Gonzaga, co-founder da startup Sensus Creation; “Pitch”, com a analista de projetos P&D da Samsung, Glaucia Campos, bem como uma apresentação sobre o time de Health Innovation do Sidia, com Maria Luiza Menezes, gerente técnica responsável pela área.

Segundo Daniel Goettenauer, especialista em inovação do Manaus Tech Hub, o objetivo do evento foi alcançado com sucesso. “Estamos muito satisfeitos com o desenvolvimento das equipes e soluções apresentadas.  A participação de grupos online também foi um grande diferencial, possibilitando a inclusão de equipes fora de Manaus e ampliando nossas possibilidades em futuros eventos”, afirma.

O Hack4Health contou com o apoio da Bemol Farma, Creative Startups e da startup manauara Trocados, além do Sidia e da Prefeitura de Manaus por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi).

Redação

Redação

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.

Manaus