BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Amazonas recebe 98.500 doses de vacina contra a Covid-19


O Governo do Amazonas recebeu, na noite desta quinta-feira (1°/04), a 11ª remessa de vacinas contra a Covid-19 enviadas pelo Ministério da Saúde (MS), por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI). O carregamento conta com 98.500 doses dos imunizantes CoronaVac, fabricado pelo Instituto Butantan, e AstraZeneca, produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Com isso, chega a 1.178.220 o número de doses de vacina entregues ao Amazonas desde janeiro deste ano.

As novas doses foram desembarcadas no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes por volta das 19h. A remessa conta com 88.000 doses da vacina CoronaVac e 10.500 doses da vacina AstraZeneca. Parte desse quantitativo será destinada para atender a segunda dose de uma parcela já vacinada, explica a coordenadora estadual de imunização da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Isabel Nascimento.

“Essa vacina que nós estamos recebendo, parte dela está para atender a segunda dose de todos aqueles pacientes que receberam a primeira dose da vacina AstraZeneca. Então, nessa população, a vacina veio para ser atendida essa segunda dose, e posteriormente ainda vamos ver se vamos repassar a vacina a outras categorias”, explicou a coordenadora.

Após o desembarque, as doses foram escoltadas pela Polícia Federal até as câmaras frias instaladas na FVS-AM, onde foram contabilizadas e armazenadas. A partir da próxima semana, as prefeituras municipais poderão agendar para receber os imunizantes diretamente na fundação.

Imunizantes fazem parte da 11ª remessa enviada pelo Ministério da Saúde ao Estado

Pioneiro

No último domingo (28/03), o Governo do Amazonas iniciou a vacinação dos profissionais das Forças de Segurança do Estado, transformando o Amazonas no primeiro estado brasileiro a imunizar os profissionais da categoria. A campanha autorizada pela Justiça Federal está acontecendo no Centro de Convenções Prof. Gilberto Mestrinho – Sambódromo, bairro Dom Pedro, zona oeste, em sistema drive-thru.

Serão imunizados policiais militares, policiais civis, bombeiros, agentes do Departamento Estadual de Trânsito, do Departamento de Polícia Técnico-Científica, Defesa Civil, além de policiais federais e rodoviários federais.

Na última quarta-feira (31/03), a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), por meio da FVS-AM, divulgou a Nota Técnica nº 297/2021, emitida pelo Ministério da Saúde (MS), incluindo os profissionais as forças de Segurança e Salvamento, bem como das Forças Armadas, no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO).

Conforme o nono Informe Técnico enviado pelo Ministério da Saúde com orientações sobre a distribuição desta 11ª remessa de vacinas, a imunização de profissionais da segurança pública e forças armadas deve priorizar trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes, no resgate e atendimento pré-hospitalar, nas ações de vacinação contra a Covid-19, e na implantação e monitoramento das medidas de distanciamento social, com contato direto com o público, independente da categoria.

Doses aplicadas

Dados parciais do Programa Nacional de Imunização, da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (PNI/FVS-AM), apontam que 566.348 doses foram aplicadas em todo o estado até esta quinta-feira (1º/04), sendo 434.019 de primeira dose e 132.329 de segunda dose. A informação foi divulgada no diário de vacinação da FVS, que está disponível no site da FVS-AM por meio do link https://bit.ly/3aTsndS. Até o momento, os três municípios do estado que mais aplicaram doses da vacina, segundo o levantamento, são Manaus (292.319), São Gabriel da Cachoeira (19.502) e Tabatinga (18.097).

Mais vacinas

No último dia 22 de março, o governador Wilson Lima assinou contrato para a compra de 1 milhão de doses da vacina Sputnik V para o estado do Amazonas. Os imunizantes, desenvolvidos na Rússia, chegarão entre abril e julho, e a aquisição ocorre por meio do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal.

“A gente está torcendo para que haja uma regularidade no envio dessas vacinas, o que deve acontecer a partir da próxima semana. E isso vai fazer com que a gente acelere ainda mais esse nosso processo de vacinação. O Amazonas continua entre os primeiros que mais vacinam no país, e isso nos dá uma certa tranquilidade”, afirmou o governador Wilson Lima.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.