BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Governo do AM anuncia Auxílio Estadual para 100 mil famílias afetadas pela cheia


O governador Wilson Lima apresentou, nesta sexta-feira (29/04), as ações do Governo do Estado para auxiliar famílias afetadas pela cheia deste ano. Com a previsão inicial de investimentos de R$ 100 milhões, a Operação Enchente 2022 contempla a entrega do cartão Auxílio Estadual no valor de R$300, em parcela única, para 100 mil famílias e o repasse de recursos para os municípios por meio de convênios.

Atualmente, 12 municípios estão em situação de emergência, 37 em alerta e sete em situação de atenção. Também estão previstos o envio de ajuda humanitária, ações de saúde e a adoção de medidas para reforçar o abastecimento de água potável nos municípios. O plano inclui, ainda, a liberação de crédito e o perdão de dívidas com a Agência de Fomento do Amazonas (Afeam) para empreendedores que tiverem prejuízos por conta da cheia.

“Nos adiantamos em algumas situações, adquirimos 19 lanchas rápidas que vamos receber agora em maio, para dar apoio a esses municípios. O Auxílio Estadual Enchente, para que as famílias possam comprar o que mais precisam, seja mantimentos, medicamentos, fraldas, roupas. A gente já entregou para as famílias dos 12 municípios em situação de emergência 30 mil cestas básicas e vamos continuar com a distribuição do pescado do Peixe no Prato Solidário”, pontuou Wilson Lima.

Além do envio de cestas básicas, kit higiene e kit dormitório, a Operação Enchente 2022 vai reforçar o abastecimento de água potável com o envio de Estações de Tratamento de Água Móvel e Estações do Projeto Água Boa.

“Vamos instalar mais 300 filtros de água no interior, são equipamentos que duram de 10 a 15 anos. Estamos também entregando para essas famílias hipoclorito de sódio para ajudar na purificação da água, levando mais medicamentos, vacinas para doenças que são comuns a essas áreas que acabam sendo alagadas”, acrescentou o governador.

Planejamento
As ações seguem o planejamento da Operação Enchente 2022 lançada pelo governador em dezembro do ano passado. Naquela época, os dados de monitoramento hidro-climatológico apontavam risco de enchente dos rios do estado, acima da normalidade, para este ano nos 62 municípios do estado.

Agora, a previsão é que entre 45 e 50 cidades enfrentem os prejuízos. As situações mais preocupantes são os municípios de Anamã, que fica 100% inundado, e Careiro da Várzea, com 90%. Este ano, a estimativa é que 385 mil pessoas sejam atingidas; em 2021 foram mais de 500 mil pessoas.

“Nós temos algumas calhas muito próximas às marcas históricas, diferentemente da previsão de dezembro, que todas elas estavam com seus níveis acima da última marca histórica. Mas não tira, ainda, a condição de afetamento, porque grande parte desses municípios vão atingir a sua cota de transbordamento”, observou o coronel Francisco Máximo, titular do Subcomando de Ações de Defesa Civil (Subcomadec).

Os 12 municípios em emergência são: Guajará, Ipixuna, Envira, Itamarati, Eirunepé, Juruá, Boca do Acre, Lábrea, Canutama, Benjamin Constant, Manacapuru e Careiro da Várzea.

Ações
Serão beneficiadas pelo Auxílio Estadual do Governo do Amazonas as famílias que forem cadastradas pelos órgãos de Defesa Civil dos municípios por terem suas casas invadidas pela subida dos rios.

Já o aporte financeiro para os municípios será via convênio e será exigido um plano de trabalho a ser apresentado e executado pelas prefeituras.  O plano de trabalho poderá contemplar, por exemplo, ações de ajuda humanitária e aquisição de madeira. O repasse será por meio do Fundo Estadual de Defesa Civil.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.