BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Amazonas anuncia pacote de incentivo ao setor primário


O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou nesta quarta-feira (01/04), um pacote de medidas para minimizar impactos econômicos ao setor devido a pandemia do novo Coronavírus (covid-19). Acompanhado do titular da Secretaria de Produção Rural (Sepror), Petrucio Magalhães Júnior, e do presidente da Agência de Desenvolvimento Sutentável (ADS), Flávio Antony Filho, Wilson Lima anunciou mais crédito, aquisição de produção regional, renegociação de dívidas e investimentos no setor.

“Dentre as medidas que estamos anunciando nesse pacote para o setor primário, está a renegociação de dívidas dos produtores rurais, aqueles que têm dívidas na Afeam com prorrogação do prazo para 180 dias”, disse Wilson Lima em live transmitida pelas redes sociais do Governo do Amazonas. A renegociação junto à Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) inclui redução das taxas de juros e rebate no caso de adimplência para operações de crédito rural.

O governador também anunciou a liberação de R$ 25 milhões do Fundo de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e ao Desenvolvimento Social do Estado do Amazonas (FMPES) para linhas de crédito Afeam-Agro, Pró-mecanização, Pró-Calcário e Pró-Sementes e Mudas. O recurso é destinado para produtores rurais, pecuaristas, feirantes da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e cooperativas. Pelo menos 60% do valor liberado do FMPES deverá ser aplicado no interior do Estado.

“Então esse agricultor tem que procurar o Idam. Nós temos escritórios em 62 municípios. Então, você que é agricultor, piscicultor deve procurar o escritório do local. O escritório vai elaborar esses projetos para que a Afeam possa colocar esses recursos aí no seu município, lá na ponta para o agricultor familiar. Toda a equipe já está aguardando”, detalhou Petrucio Magalhães.

Merenda escolar e feiras – Wilson Lima anunciou, ainda, mudanças no Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme), que será remodelado para comprar 50% da produção dos feirantes da ADS da capital e do interior. Esses produtos serão doados a instituições sociais que atuam na área social, além de abrigos e hospitais.

O Governo do Estado também vai adquirir 50% da produção das feiras de produtos regionais, que não estão funcionando por conta da necessidade de isolamento social imposto pela pandemia do Covid-19. Os alimentos também serão doados para instituições da área social da capital e do interior.

Wilson Lima determinou, ainda, o funcionamento de lojas agropecuárias e afirmou que o tráfego de mercadorias continua permitido em rodovias e hidrovias do Amazonas. A restrição é para o transporte de passageiros por rodovias e hidrovias.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.