BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

"Golpista do auxílio" já enganou mais de pessoas em Manaus


Desde fevereiro, uma pessoa que se passa por assistente social vem aplicando golpes em famílias de baixa renda de Manaus, que estão à procura de inscrição nos programas assistenciais disponibilizados pelos governos Federal, Estadual ou Municipal. Para fazer a falsa inscrição, o golpista solicita o pagamento via pix ou boleto de, pelo menos, R$ 150. O caso já está sendo investigado pela Polícia Civil (PC).

Foi na esperança de voltar a receber o auxílio que uma dona de casa de 51 anos acabou caindo no golpe. De acordo com ela, o contato dos golpistas foi repassado por uma amiga, que também foi enganada pelos criminosos. A promessa era de que, em menos de um mês, o cadastro para receber os benefícios estaria apto para enviar às secretarias competentes.

“Eu estava sem dinheiro para pagar e essa minha amiga foi quem pagou para mim. Isso foi em fevereiro. Depois que ela (golpista) passou a não nos atender. Foi aí que percebemos que caímos em um golpe e isso não foi só eu. Foram várias pessoas”, lamentou.

Da mesma forma uma estudante de 23 anos, que está desempregada e com uma filha recém-nascida, caiu no golpe. Para tentar conseguir o cadastro e pagar os golpistas, realizou empréstimos com familiares e pagou R$ 200 aos criminosos. Depois de ter consultado a data informada pela falsa assistente, percebeu que havia caído no golpe.

“Ela pediu meus documentos e tudo e me cobrou R$ 200 reais para fazer. Eu, na pressa de querer fazer, fui e paguei. Passou um mês e mandei mensagem para ela. Ela me informou que no dia 30 de junho já iria receber. Chegou na data, mandei mensagem e ela nem visualizou, simplesmente sumiu”, consta em um dos documentos registrados na Delegacia Interativa da Polícia Civil.

De acordo com os denunciantes, a estelionatária já se apresentou às vítimas com dois nomes, um deles foi 'Luana' e agora, com os últimos contatos, se identificou como 'Aline'. Em conversa pelo WhatsApp, a suspeita já envia uma nota, onde informa que faz os cadastros, mas somente mediante o pagamento e ainda questiona quem a indicou e pede o nome ou um código.

Investigações

O TodaHora entrou em contato com diversas vítimas e todas elas já registraram o Boletim de Ocorrência (BO) junto à Polícia Civil (PC). O delegado Adriano Félix, da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), informou que já está apurando o caso.

Em nota, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) esclarece que não entra em contato com ninguém para fazer cadastros para receber auxílios sociais. Para ser inserido ou para atualizar o Cadastro Único deve agendar o atendimento em um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Caso alguém tenha recebido mensagens de pessoas se passando por servidores da Semasc, deve registrar Boletim de Ocorrência.

Fonte: Portal Toda Hora

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.