BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Frente Nacional pede vacinação por idades e resolução é aprovada em reunião


A vacinação por grupos de idades pode começar em algumas capitais brasileiras por começar antes mesmodas prioridades do Plano Nacional de Vacinação (PNI) terminarem. A decisão foi aprovada durante a 5ª reunião ordinária da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), que reuniu gestores municipais, estaduais e federais e aconteceu na quinta-feira, 27/05.

O Ministério da Saúde ainda editará uma nota técnica com mais detalhes para orientar as cidades. A princípio, a orientação dada pela pasta aos estados e municípios foi de que após concluir a vacinação dos grupos de pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, trabalhadores da educação, os gestores podem iniciar a vacinação por ordem decrescente de idade concomitantemente com o restante dos últimos grupos prioritários, nos quais estão inclusos trabalhadores do transporte coletivo, caminhoneiros, trabalhadores industriais, funcionários da limpeza urbana, entre outros.

O pedido para expansão da vacinação por idade em algumas cidades partiu da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), em razão das diferentes realidades de estados e municípios.

“Essa sugestão nossa foi no sentido de, dada a heterogeneidade dos estados e municípios e, por exemplo, alguns municípios não terem pessoas de rua, às vezes não terem também pessoas privadas de liberdade, de ter um descompasso”, explicou o vice-presidente do Conass, Ismael Alexandrino.

No entanto, é necessário garantir um percentual para a continuidade da vacinação dos demais grupos prioritários incluídos no PNI.

Reunião aconteceu na quinta-feira, 27/05

Estoque

A coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI), Francieli Fantinato, concordou com os gestores municipais. Ela reforçou que o país não pode estocar imunizantes no atual momento. "Não dá para deixar a vacina estocada enquanto a gente precisa vacinar toda população”, disse.

Como toda a população com mais de 60 anos já foi vacinada contra a covid-19 nos meses anteriores, pessoas a partir de 59 anos devem começar a receber a vacina em algumas cidades. “De 59 a 50 anos também vem se verificando um aumento da mortalidade. Então, quanto mais velho maior é o risco de complicação e de óbito”, justificou Fantinato.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, ressaltou que o objetivo do PNI é a redução de óbitos e da demanda de estrutura hospitalar.“Todas as profissões tem o seu mérito, o seu pleito, mas de fato a gente precisa construir o PNI sobre um lógica de imunização geral”, pontuou.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.