BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Filho de Bolsonaro anuncia que sua conta no WhatsApp foi desbloqueada


O senador eleito pelo Rio de Janeiro Flávio Bolsonaro (PSL), filho do presidenciável Jair Bolsonaro, disse que sua conta no WhatsApp foi reativada nesta quinta-feira, 19, depois de ter sido bloqueada. Flávio chegou a cobrar explicações da empresa por meio de sua conta no Twitter. O WhatsApp informou em nota que a conta tinha sido suspensa há alguns dias por comportamento de spam.

“Meu telefone, cujo WhatsApp foi bloqueado, é pessoal e nada tem a ver com uso por empresas. O próprio WhatsApp informou que o bloqueio foi há dias, antes da Fake News da Foice de SP. Agora já foi desbloqueado, mas ainda sem explicação clara sobre o porquê da censura”, escreveu o senador eleito, na conta pessoal do Twitter dele.

A suspensão veio a público um dia depois de o jornal Folha de S. Paulo revelar que empresas favoráveis a candidatura de Bolsonaro pagaram R$ 12 milhões para disparar mensagens contra o PT no aplicativo. Hoje, o WhatsApp anunciou o bloqueio de centenas de milhares de contas que poderiam estar sendo usadas para espalhar spam ou desinformação. O número de Flávio Bolsonaro, ressalta a empresa, não está entre elas. A empresa ainda tenta confirmar se o número do senador eleito voltou ao normal.

Ainda sobre a denúncia, o aplicativo disse que está “tomando medidas legais” e afirmou que já baniu “proativamente” diversas contas desse tipo de empresas de mensagens em massa. “Também estamos tomando medidas legais imediatas para impedir empresas de enviar mensagens em massa via WhatsApp, e já banimos contas associadas a essas empresas”, acrescentou o WhatsApp em nota.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.