BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Festival de Parintins está, sim, sob ameaça


Em meio ao avanço dos casos do novo coronavírus, classificado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como uma pandemia, diversos países adotaram medidas extremas para lidar com a situação, entre elas o cancelamento de grandes eventos, aulas em escolas e universidades e a orientação para que as pessoas evitem aglomerações ou até mesmo proximidade entre si. Diante dos fatos, não está descartada a possibilidade de ser cancelado o Festival Folclórico de Parintins, realizado sempre no último fim de semana de junho. Logo, a três meses. Como a orientação é para que sejam proibidos eventos com aglomeração, jogos de futebol, missas e shows, a festa do boi bumbá, no coração da floresta amazônica, infelizmente se   encaixa  neste perfil, atraindo mais de 100 mil pessoas – boa parte do exterior.

O que diz o Estado

No sábado, o governador Wilson Lima recomendou, ainda, o adiamento de eventos que reúnem muitas pessoas, organizados pela iniciativa privada e outras instituições ou entidades. A festa dos bois, por enquanto, não foi citada.

Bi Garcia

Na sexta-feira o prefeito de Parintins, Bi Garcia divulgou um áudio dizendo que, por enquanto, não houve qualquer reunião para tratar deste assunto.

Missão impossível

De acordo com a Dra. Magareth Dalcomo, pneumologista da Fiocruz, é uma epidemia crescente e a previsão é que o pico epidêmico se dê dentro de um mês e meio.

— Teremos muitos  casos e certamente teremos mortes –, previu  disse

“Melhor cancelar”

Sobre grandes eventos, a Margareh Dalcomo aconselha que sejam “cancelados todos, “independente do número de pessoas”.

— Porque a transmissão é muito fácil. Nós estamos tratando de um patógeno que, ao contrario do H1N1 quando teve, é muito ais transmissível. Dois transmitem para quatro, quatro para 16... é geométrico. É muito mais fácil a transmissão – , alerta a médica.

Dra. Magareth Dalcomo recomenda cancelar eventos grandes

A Itália ontem

Margareth Dalcomo  afirma eu não há como conter o coronavírus. As medidas agora são de contenção e contingenciamento para impedir a propagação ainda maior da epidemia.

— O Brasil tem que se antecipar para que nós não sejamos amanhã o que a Itália é hoje. Nós somos hoje o que a Itália era há um mês e hoje a Itália tem essa catástrofe epidemiológica e humanitária que estamos vendo –, disse

Mas isso se...

Apesar de alguns infectologistas acreditarem que a pandemia comece a arrefecer no final de junho, isso só acontecerá  se houver um trabalho conjunto de países ao redor do mundo.

Tarefa difícil

Só isso poderá levar a um rápido controle da pandemia. Tarefa difícil se levarmos em consideração que ainda tem mandatários de nações dizendo que “o coronavírus  é uma fantasia da imprensa”.

Mantenha a distância

As medidas contra a pandemia são tão drásticas, que a orientação é para que bares e restaurantes devem manter uma distância de dois metros entre suas mesas.

Decisão do prefeito

Em Manaus, o prefeito  Arthur Virgílio (PSDB) decidiu suspender, a partir deste sábado, 14/3, as atividades esportivas e de recreação como os projetos Faixa Liberada e Aulão de Aeróbica e Ritmos. Também estão suspensas as  atividades do parque Cidade da Criança e dos Centros de Esporte e Lazer.

Prevenção

Com isso, a prefeitura visa preservar a saúde da população que tem presença maciça nesses projetos e atividades, evitando riscos de transmissão do novo coronavírus, causador da Covid-19.

Assembleia se previne

O presidente da Assembleia Legislativa. Josué Neto (sem partido) também anunciou medidas de prevenção contra a pandemia. Determinou a suspensão de todos os cursos da escola do legislativo, o parlamento jovem, as sessões especiais. O acesso do público ao plenário também foi suspenso por 20 dias.

Parlamento idoso

No entanto, Josué decidiu manter as sessões plenárias, mesmo sabendo que boa parte dos parlamentares é idosa. Mas os parlamentares terão que diminuir o quadro de servidores dentro do plenário Ruy Araújo.

Limpe os celulares

Perigo no celular

Em tempos de coronavírus surgem informações que a maioria de pessoas jamais imaginaria. Por exemplo, o risco do aparelho celular transmitir o coronavírus. Uma pessoa toca o celular, em média, 2.600 vezes por dia. Fabricados em sua maioria com plásticos, os celulares podem carregar partículas do novo coronavírus por mais de quatro dias.

Dr. Bactéria

O biomédico Roberto Figueiredo, que ficou mais conhecido como Dr. Bactéria, recomenda o uso de álcool isopropílico para higienizar aparelhos eletrônicos, como os celulares, mouses e teclados. Esse tipo de álcool pode ser encontrado em lojas de aparelhos eletrônicos.

Higienize o celular

E é o mesmo Dr. Bactéria que descarta o álcool em gel e explica o por quê:

— O álcool em gel não é recomendado porque ele contém água, isso pode danificar os produtos.

O ideal, segundo o médico, é  umedecer um pano com álcool isopropílico – cuidado para não encharcar – e passar sobre o objeto uma vez por semana, é um procedimento rápido.

Sobrevive no aço

Situação similar acontece com objetos feitos de papelão e aço ou ferro. Nos ônibus, por exemplo, as barras de ferro que servem de apoio podem carregar o vírus. De acordo com um estudo publicado em pré-print na plataforma medRxiv, o novo coronavírus sobrevive até 3,6 dias em aço – tempo que pode ser aplicado também ao ferro.

Impacto do coronavírus

As medidas anunciadas nesta quinta-feira (12 ) pelo Ministério da Economia para enfrentar o impacto econômico provocado pelo coronavírus são ainda muito “tímidas” diante do avanço da pandemia. A advertência é do  líder do MDB no Senado, Eduardo Braga, para quem as medidas “são bem-vindas”,  mas  deixam a desejar.

Pacote é tímido

Até o momento, o governo anunciou a antecipação da primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas do INSS, que  deve injetar R$ 23 bilhões na economia.

— O pacote inicial ainda é tímido. Vai ser preciso ir bem além para estimular o mercado e segurar o baque de setores estratégicos nesse momento de crise –, analisou Eduardo em suas redes sociais.

ZFM paga o preço

O senador alertou que as consequências para a cadeia de turismo, por exemplo, são avassaladoras. Ele também destacou o impacto em setores da indústria que dependem de insumos importados, como a de eletroeletrônica, lembrando a gravidade do problema na Zona Franca de Manaus.

Samsung sob nova direção

A planta fabril da Samsung no Polo Industrial de Manaus (PIM) está sob nova administração. O executivo Jeong Seung Moon assumiu o cargo de presidente da unidade.

Coronel recepciona

O superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Alfredo Menezes, realizou uma visita de cortesia  terça-feira, 10/03, para dar as boas-vindas e reforçar a parceria que a autarquia tem com a empresa coreana.

Jeong Seung Moon com o superintendente da Suframa

Pegou corda do Olavo

O norte-americano Mike Hughes morreu em um acidente, no final de fevereiro,  pouco depois de decolar com um foguete caseiro a vapor perto da cidade de Barstow, na Califórnia (EUA). Hughes tentou "provar", com seu foguete, que a Terra é plana. O inventor planejava voar a uma altura de 1,5 km, mas não chegou a alcançá-la e seu para-quedas de segurança falhou.

Nitroglicerina pura

O ator Carlos Verezza tem uma das cartas escritas pelo advogado Gustavo Bebianno, ex-secretário da Presidência que morreu neste sábado, 14, de infarte. A revelação é da jornalista Thaís Oyama, colunista do UOL e autora do livro Tormenta, sobre os bastidores do primeiro ano do governo de Jair Bolsonaro.

Carta bomba

Com a morte de Gustavo Bebianno na madrugada de sexta-feira,  13/03, podem vir à tona dois documentos com potencial de incomodar Bolsonaro. Um é a carta que Bebianno escreveu ao presidente quando foi demitido do governo.

Nas mãos de Verezza

Ele a entregou ao amigo e ator Carlos Verezza com a recomendação de que a encaminhasse ao destinatário 'no momento que achasse melhor'.

Dossiê

Outro é o dossiê com informações confidenciais que, diante das ameaças de morte que recebia, o advogado disse em entrevista à Jovem Pan ter preparado e enviado para locais seguros, inclusive no exterior",

ORGULHO

Uma atitude para aplaudir e para ser copiada! Sensibilizada com a pandemia do coronavírus, uma empresa de energia elétrica suspendeu qualquer corte de luz por falta de pagamento. O anúncio está na página da concessionária na internet: “Sabemos que muitos clientes podem estar enfrentando dificuldades financeiras incomuns com o resultado do COVID-19 [novo coronavírus]. Por isso suspendemos imediatamente os cortes [de energia elétrica] por falta de pagamento”. A postura exemplar é da Duke Energy, uma das maiores holdings de energia elétrica dos Estados Unidos. A empresa fornece eletricidade para mais de 7,7 milhões de clientes em seis estados americanos.

VERGONHA

Disputado com intensidade dentro de campo, o Gre-Nal da Libertadores contou com muita confusões e expulsões na noite dessa quinta-feira (13/03). Fora de campo, também, um episódio extrapolou a rivalidade no futebol. Um torcedor do Grêmio foi flagrado imitando um macaco em provocação aos colorados. O vídeo foi divulgado nas redes sociais. Se existe uma coisa que sempre acontece em grenal, é gremista imitando gestos e som de macaco pra torcida do Internacional, o racismo é marca do Grêmio desde a fundação. O Tricolor Gaúcho, inclusive, utiliza o termo em um de seus cantos: "Olha a festa, macaco, torcida é coração. Quem não canta é amargo, nunca vai sair campeão…" Uma vergonha!

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.