BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Ex-vereador de Presidente Figueiredo e esposa são presos suspeitos de estelionato


O ex-vereador do município de Presidente Figueiredo, Maurício Gomes de Souza, de 43 anos, conhecido como ‘Magom’, e a esposa dele, Maria Jussara da Silva Marreiro, de 32 anos, foram presos, na tarde desta quarta-feira (9), em um condomínio de luxo, no bairro Ponta Negra, zona oeste da capital, suspeitos de venderem o imóvel alugado onde moravam por R$ 2,6 milhões, usando uma procuração falsa.

O casal, que é proprietário da Construtora Magom, começou a ser investigado após um Boletim de Ocorrência (BO) registrado no mês de julho do ano passado. De acordo a Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), além da venda da residência, o ex-vereador responde na Justiça pelos crimes de homicídio, estelionato e falsificação de documentos públicos.

“Estávamos investigando o casal há algum tempo, visto que a quantidade de crimes praticados por ele é alarmante. O casal, que alugou uma casa no Condomínio Residencial Ephygenio Salles, fez um contrato de promessa de compra e venda com três cheques sem fundos. Por meio de documento falso comprovado pela perícia, na qual a assinatura não era do proprietário, eles pegaram esse imóvel e venderam para uma terceira pessoa”, explicou o delegado Demetrius Queiroz, da Derfd.

Maurício, que foi vereador de 2013 a 2016, em Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros ao norte de Manaus), não conseguiu se reeleger no último pleito. O casal foi indiciado por estelionato e ambos serão encaminhados para o sistema prisional à disposição da Justiça. As informações são do Portal D24AM.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.