Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Evangélicos relativizam mais coronavírus, indica Datafolha


Pesquisa mais recente do Datafolha mostra que os evangélicos tendem a avaliar de forma mais positiva o presidente Jair Bolsonaro e a relativizar mais a pandemia do coronavírus. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo levantamento feito de 1º a 3 de abril, os indivíduos que se declaram dessa corrente religiosa estão entre os que mais aprovam a atuação do presidente diante da pandemia.

De acordo com o instituto, o índice de ótimo ou bom atribuído à condução da crise pelo presidente passa de 33%, na população em geral, para 41% considerando apenas os evangélicos.

Essa elevada taxa se compara, por exemplo, à obtida pelo presidente entre moradores do Centro-Oeste (também 41%) e supera numericamente a aprovação entre entrevistados do sexo masculino (38%), dois estratos também mais alinhados a ele.

Os entrevistados desse ramo cristão também são menos favoráveis à hipótese de renúncia do presidente —o índice cai, de 37% na população em geral, para 30% nesse recorte.

Fonte: Com informações do jornal Folha de S. Paulo.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.