BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Estreias da semana – Por Cine Set. Yesterday e Bacurau são os destaques da semana.


Os cinemas de Manaus recebem oito novos filmes neste fim de semana. O destaque fica por conta de “Bacurau”, produção brasileira vencedora do Grande Prêmio do Júri do Festival de Cannes 2019. 

Dirigido por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, “Bacurau” se passa em um pequeno povoado do sertão brasileiro, e inicia dando adeus a Dona Carmelita, mulher forte e querida, falecida aos 94 anos. Dias depois, os moradores de Bacurau percebem que a comunidade não consta mais nos mapas.

Novo filme do diretor Danny Boyle (“Quem Quer Ser um Milionário?”) e do roteirista Richard Curtis (“Simplesmente Amor”), “Yesterday” traz um ponto de partida inusitado: após sofrer um acidente, um cantor-compositor acorda numa estranha realidade, onde ele é a única pessoa que lembra dos Beatles. Com as músicas de seus ídolos, o protagonista se torna um sucesso gigante, mas a fama tem seu preço.

“Anna – O Perigo tem Nome” é dirigido pelo experiente diretor Luc Besson (“O Quinto Elemento”). Por trás da beleza marcante de Anna Poliatova há um segredo que irá expor sua indestrutível força e habilidade para se tornar uma das assassinas mais temidas do mundo. Uma eletrizante e emocionante viagem repleta de energia, reviravoltas surpreendentes e ação de tirar o fôlego.

Em “Minha Lua de Mel Polonesa”, Anna e Adam são dois franceses de origem judaica que, mesmo após anos de relacionamento, são apaixonados até hoje. Quando o avô de Adam os convida para o vilarejo onde mora, no interior da Polônia, cada um vê a oportunidade de uma maneira diferente. Enquanto ele não se empolga muito com a ideia, ela quer aproveitar para conhecer melhor as raízes de sua própria família.

Comédia romântica estrelada por Leandro Hassum, “O Amor dá Trabalho” traz a história de Anselmo, um espírito recém desencarnado e preguiçoso que, para garantir sua vaga no céu, precisa juntar Paulo Sérgio e Elisângela, casal separado há muitos anos e já sem mais nada em comum.

O terror “Verão 84” mostra um grupo de adolescentes desconfiando que seu vizinho é um serial killer e decide passar o verão investigando e juntando provas, mas conforme eles se aproximam de descobrir a verdade as coisas podem ficar extremamente perigosas.

Já o drama “Eu Sou Brasileiro” apresenta Léo, um jogador de futebol excepcional, órfão de pai, vive com a mãe (costureira da comunidade), querido por seus amigos, possui todas as qualidades para ser o ídolo de um grande clube. Seu sonho é jogar num time internacional e proporcionar condições melhores de vida, principalmente para sua mãe. Ele faz “bicos” para ganhar uns trocados e treina pelo time de sua cidade, também dá aulas para crianças, tendo uma forte ligação com todos à sua volta. Ignora o amor de sua jovem vizinha e namora uma típica “Maria Chuteira” – Numa partida classificatória municipal, um importante olheiro (trazido por seu agente), acompanha o jogo. Será a grande oportunidade de sua vida. Mas, um acidente acaba com a sua carreira. Passam-se sete anos. Agora, pai de um pequeno garoto de cinco anos, casado com sua vizinha, supera dia a dia a depressão pela perda de sua mãe. Com incentivo de uma Professora, e – lutando pela sobrevivência diária – inspira-se em sua esposa/filho, transpondo suas experiência para a escrita, se tornando um grande escritor campeão de vendas. O futebol foi apenas um capítulo. Quando menos se espera, Léo se depara novamente com uma grande escolha.

Por fim, “Deslembro” é a atração no Casarão de Ideias. O Rio de Janeiro não é nada familiar para Joana (Jeanne Boudier), adolescente que teve o pai refém como prisioneiro político durante os anos de ditadura no Brasil. Ela passou quase toda a sua vida em Paris, cidade onde o resto de sua família se exilou. Tendo sido decretada a Lei da Anistia, a menina agora está, a contragosto, de volta a sua cidade natal. As memórias amargas de tempos difíceis vêm à tona, causando um forte desconforto.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.