BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - VIDAS NA LAMA – Para mineradora vale tudo. Até inundar aldeia indígena com lama de metais pesados


A aldeia Naô Xohã, em São Joaquim de Bicas (MG), voltou a ser atingida por enchentes deste ano. Formadas por 89 adultos e 34 crianças, as aldeias são margeadas pelo Rio Paraopeba,  e já havia sido atingida pelos rejeitos de minério da  em 25 de janeiro de 2019, com o rompimento da barragem.  No dia 9 de janeiro passado, o  mesmo rio, devido às fortes chuvas, transbordou e inundou a aldeia Naô Xohã. Animais morreram, casas e plantações foram destruídas, assim como a paz e os sonhos dos indígenas.

Desabrigados, com suas aldeias cobertas de lama, os índios Pataxó e Pataxó Hã-hã-hãe lembram com saudade da época que podiam pescar, lavar roupas e cultuar os ritos nas águas do rio Paraopeba, hoje contaminado com metais pesados, estão adoecendo por conta da frustração de não poderem mais pescar.

—  Os nossos guerreiros estão adoecidos. Eles se sentem incapazes. Eles que caçam, iam buscar o peixe e hoje não podem fazer isso mais. A gente vê eles de cabeça baixa. Tenho medo que a nossa  cultura se perca por um crime que não fomos nós que cometemos —, lamenta o cacique Agohó.

Resistência

Sem apoio da Vale para realocação e auxílio financeiro, índios da aldeia Naô Xohã resistem. Eles  fecharam, no último dia 25, os trilhos ferroviários na região conhecida como Feixo do Funil, a poucos metros de onde moravam, para impedir o transporte de minério.

O protesto durou três dias, até que a Justiça Estadual determinou a desocupação imediata.

Salvem os Pataxó

O Ministério Público Federal (MPF) e a Defensoria Pública da União (DPU) entraram na Justiça Federal, no último dia 24, com o pedido para que a mineradora Vale proceda com a realocação dos índios Pataxó e Pataxó hã-hã-hãe da aldeia Naô Xohã.

A vale também terá que pagar um auxílio financeiro aos atingidos após inundação da aldeia no início de janeiro e contaminação por metais pesados que estavam no fundo do rio Paraopeba.

Tragédia anunciada

E por falar  em tragédias ambientais, aqui vai mais uma: óleo oriundo do rompimento de um oleoduto no Equador atingiu um dos afluentes do rio Amazonas.

Tragédia anunciada 2

O vazamento começou no dia 28 de janeiro, na localidade de Piedra Fina, ao sul de San Francisco de Assís.

O Ministério do Ambiente, Água e Transição Ecológica do Equador confirmou que o óleo atingiu o rio Coca, afluente do rio Napo, que, por sua vez, é afluente do rio Amazonas. O oleoduto se rompeu depois de ter sido atingido por pedras, a partir de uma erosão causada por fortes chuvas na região de Piedra Fina.

Desculpa esfarrapada

O oleoduto possui 485km de extensão e pertence à empresa privada OCP Ecuador S.A. Em seu perfil no Twitter, a companhia disse, no dia do acidente, que a instalação rompida não tinha ligação direta com nenhum rio.  No dia seguinte, em novo comunicado, afirmou que estava trabalhando de forma a conter o vazamento, para que não afetasse nenhum recurso hídrico.

Eleições na UEA

Professores da UEA estão em polvorosa com as ligações telefônicas que começaram a receber nos últimos dias a respeito de uma pesquisa de intenção de votos para reitor da UEA.

Em uma das ligações, foi informado que a empresa ACTION é quem está fazendo a sondagem e os professores estão questionando a origem das informações pessoais liberadas. Isso porque, conforme prevê a LGPD, uma vez que as informações sobre os professores são de responsabilidade da UEA e que os mesmos não foram consultados pela instituição superior sobre a liberação das informações, como saberiam os telefones deles?

A eleição da UEA acontece em março deste ano

Negacionista

Por que será que os aliados de Bolsonaro acham que, para agradar o presidente, têm que ser contra a vacina? O  deputado estadual Delegado Péricles (PSL) é um desses.

Soy contra

Nesta quarta-feira (2), Péricles se posicionou contra a  obrigatoriedade do passaporte vacinal para as crianças de 5 a 11 anos matriculadas na rede municipal de ensino. Péricles afirmou ser favorável à vacina.

“Vacina não é garantia”

O deputado, que está mais pra delegado,  disse que a imposição  vai contra a liberdade, o direito de escolha do indivíduo e, ainda, ataca o acesso fundamental à educação.

— Não há lei que exija isso. A vacina contra Covid-19 não está no Plano Nacional de Imunização, além de não ser garantia de não contágio ou de não transmissão – arregaçou Péricles.

Está explicado

Só pra lembrar, o  delegado Péricles é aquele autor da proposta que deu um título de Cidadão do Amazonas a Jair Bolsonaro.

Aquele presidente que, ao invés de mandar oxigênio pra Manaus, mandou cloroquina; que deixa a floresta queimar, autoria garimpo nas terras indígenas e, volta e meia, tenta mutilar a Zona Franca de Manaus.

Deputado estadual Péricles

Capital do clima

Wilson Lima vai presidir a reunião  Anual da Força tarefa dos Governadores. O Governo do Amazonas vai sediar a 12ª Reunião Anual da Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF Task Force).

O evento, que tem o governador Wilson Lima como atual presidente, acontecerá entre os dias  16 a 18 de março de 2022, no Centro de Convenções Vasco Vasques, zona centro-oeste de Manaus.

Floresta e pobreza

Os governadores – cujos territórios abrangem mais de um terço das florestas tropicais do mundo – irão se reunir para traçar  estratégias e abordagens para reduzir o desmatamento e reduzir a pobreza. A ideia é construir economias baseadas em florestas com baixas emissões.

Evento será em março, em Manaus

Presidenciável

O pré-candidato ao Governo do Amazonas pelo Psol,  advogado Marcelo Amil, convidou o deputado federal Glauber Braga para participar de uma live em seu canal no YouTube e no Instagram nesta quinta-feira (03). Glauber é a aposta da sigla para a corrida pela Presidência da República em 2022.

De olho nas urnas

De acordo com Amil, essa será uma oportunidade de discutir assuntos importantes para a sociedade brasileira, os programas de governo e ação conjunta entre as gestões para beneficiar os amazonenses.

— Além das movimentações para o pleito eleitoral deste ano -, lembrou o candidato.

Rota de colisão

O ex-juiz Sérgio Moro e o ministro Paulo Guedes batem de frente. O pau tá comendo entre o  ministro da Economia, Paulo Guedes  e o ex-juiz Sergio Moro. Primeiro eles começaram a conversar amigavelmente, apesar do clima nada amistoso entre o presidente Bolsonaro e o ex-juiz. Os dois eram amigos, afinal, foi Guedes quem defendeu o nome do ex-juiz para ocupar a pasta da Justiça junto a Bolsonaro.

Azedou

Mas numa dessa conversas o bicho pegou. Moro e Guedes trocaram acusações de quem era o responsável por impulsionar a candidatura de Lula à Presidência.

A culpa é tua

Guedes disse que  o rompimento do ex-juiz com Bolsonaro foi o que deu gás à candidatura de Lula, que lidera as pesquisas pela corrida ao Palácio do Planalto em 2022.

Emburrado

Sérgio Moro Magoou. E reagiu emburrado,  acusando Bolsonaro de ser o responsável pelo “ressurgimento“ de Lula na corrida à presidência.

ÚLTIMA HORA

Bolsonaro debocha sobre o desabamento do viaduto em São Paulo

Enfim, uma coisa que o presidente Jair Bolsonaro sabe fazer muito bem: debochar

O presidente Jair Bolsonaro (PL) fez piada nesta quarta-feira (2/2) sobre uma parte da marginal Tietê, a principal via expressa de São Paulo, que acabou com uma cratera após um acidente na obra do metrô. Em conversa com apoiadores, o chefe do Executivo disse que enquanto o governo federal entrega obras de transposição como a do São Francisco, em São Paulo, sob gestão do governador João Doria (PSDB), foi possível ver a "transposição do Tietê".

ORGULHO

Em Alagoas: "machão negacionista" teve que ser amarrado pra tomar vacina contra Covid

Uma mulher de Rio  Lago, Alagoas, levou o marido amarrado para se vacinar. “Pode parecer brincadeira, mas é sério!”, escreveu o site SoNotíciaBoa. As imagens do homem sentado e amarrado no posto de vacinação viralizaram nas redes sociais. Ao lado dele, a mulher segurava a corda para o homem não escapar.  Ela contou que levou o marido amarrado para receber a vacina contra a Covid-19 porque o homem se recusava a tomar o imunizante por ser antivacina. “Errada ela não está. Quem ama, cuida!”, escreveu uma seguidora. Apesar da atitude extrema, a mulher disse que fez isso para proteger a família dela. Hoje quase 80 por cento das pessoas internadas com Covid-19 são justamente as que não foram vacinadas.

VERGONHA

A Polícia Federal apontou que o presidente Jair Bolsonaro cometeu crime de violação de sigilo funcional ao divulgar o conteúdo de um inquérito sigiloso a respeito do ataque hacker aos sistemas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em uma live realizada por ele em agosto do ano passado, para tentar desacreditar o sistema de votação em urna eletrônica. A delegada da PF responsável pelo inquérito, Denisse Ribeiro, deixou de promover o indiciamento de Bolsonaro e do deputado federal Filipe Barros (PSL-PR), que participou da live ao lado do presidente, sob justificativa de que a corte tem entendimento de que pessoas com foro pr

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.