BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - Plínio Valério teme “sequelas” no PSDB mas foi o primeiro a trair Arthur Virgílio


O senador Plínio Valério (PSDB-AM) anda preocupado  que as prévias do PSDB deixem sequelas ao partido. O político  amazonense disse que torce para que isso não aconteça mas criticou a forma como os caciques do partido –, que disputaram o direito de se candidatar a presidente da República –,  se tratam.

— Vendo a forma como o Arthur Virgílio [pré-candidato, ex-prefeito de Manaus] se dirige ao Eduardo Leite [pré-candidato, governador do Rio Grande do Sul] e ao deputado Aécio Neves [PSDB-MG], e como o João Doria [précandidato, governador de São Paulo] se dirige ao Leite, tenho medo de que o partido não saia unido dessas prévias.

Plínio esquece, no entanto, que esse comportamento não começa agora. Rele mesmo semeou o racha quando disse que não apoiaria o   líder tucano no Amazonas , Arthur Virgílio, pois preferia apoiar o senador   Tarso Jereissati (PSDB-CE). Foi uma punhalada em Arthur, que ajudou Plínio a se eleger em 2018, apoiando sua candidatura e pedindo votos.

Ingratidão

No dia 29 de julho de 2021, o tucano de Eirunepé  declarou que não apoiaria Arthur pois estava fechado com o senador do Ceará, que acabou não concorrendo  às prévias.

Dupla traição

Aliás, Valério disse que não apoiaria Arthur nem mesmo para governador, em 2022, porque este é um cargo em que ele mesmo deita olho gordo. Isto é, o próprio Plínio seria candidato de si mesmo ao  governo do Amazonas.

Arthur na lanterna

Nas prévias, o PSDB escolheu o governador de São Paulo, João Doria, como candidato da legenda para disputar as eleições presidenciais de 2022. Foram computados 25.854 votos consolidados. João Doria teve 53,99% desses votos; Eduardo Leite, 44,66%; e Arthur Virgílio, 1,35%.

Mas fez comercial

Dória, Leite e Arthur: começa um novo ciclo no ninho tucano

Diplomata, Arthur, que teve mandato de senador pelo Amazonas, correu por fora na disputa, como estandarte de ‘anticandidato”.

No sábado, ele afirmou nas redes sociais que as prévias são a oportunidade para reconduzir o PSDB ao centro das decisões políticas do país.

— Hoje teremos um vencedor que contará com o apoio de todos os tucanos. É o fim deste ciclo e o início de outro –, disse o tucano do Amazonas.

Lula dispara

Pesquisa eleitoral Ipespe (ex-Ibope), divulgada no fim de semana, confirma a liderança absoluta do ex-presidente Lula no primeiro e segundo turnos.

Segundo o instituto, Lula tem 42%; Bolsonaro, 25%; Moro 11%; Ciro, 9%; Doria, 2%; e Mandetta e Rodrigo Pacheco, 1%

O ex-presidente Lula venceria em todos os cenários e vira o pesadelo de Jair Bolsonaro

63% desaprovam

Na pesquisa sobre a avaliação do governo de Jair Bolsonaro, 63% dos entrevistados disseram desaprovar a gestão, contra 31% que aprovam.

Os percentuais mantiveram-se estáveis desde o último levantamento, quando a desaprovação estava em 64% e a aprovação em 30%.

Ruim ou péssimo

Dos entrevistados, 54% consideram que o trabalho de Jair Bolsonaro é “ruim” ou “péssimo”.

Já os que consideram “ótimo” ou “bom” são 25%, e 20% acha regular.

Ciro já era

É a primeira rodada do Ipespe (ex-Ibope) após o lançamento da pré-candidatura de Sérgio Moro (Podemos).

Os números mostram que Moro cresceu três pontos percentuais e já ultrapassou Ciro Gomes, do PDT.

O ex-juiz da Lava Jato marcou 11%, enquanto Ciro Gomes tem 9%.

Chupada

E por falar em Moro, o “santinho do pau oco” vem sendo acusado de plágio. O ex-ministro nos governos Lula e Dilma, Miguel Rossetto, acusa o ex-juiz suspeito de plagiar o slogan de sua campanha ao governo gaúcho nas eleições de 2018.

— Me deparei surpreso com os materiais de campanha do agora candidato Moro. A marca e o slogan são uma cópia descarada da nossa campanha ao governo do Estado em 2018 –, denunciou o petista, que estuda judicializar o plágio.

Sérgio Moro plagiou slogan da campanha do PT: "por um Brasil justo"

Chupada 2

Na propaganda de Rossetto o slogan é “Um Rio Grande justo”. Na do ex-ministro da Justiça de Bolsonaro é “Por um Brasil justo para todos”. E a palavra “Justo” tem exatamente a mesma tipologia.

Embaixador irlandês

A Prefeitura de Manaus recebeu, na manhã desta segunda-feira, 29/11, no Museu da Cidade de Manaus (Muma), no Centro Histórico, a visita do embaixador da Irlanda no Brasil, Seán Hoy.

O embaixador foi recepcionado pelo diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, e pelo diretor do Museu da Cidade de Manaus, Leonardo Novellino.

Obra de arte

Seán Hoy fez a doação de um quadro com o retrato do cônsul britânico Roger Casement (1867-1916), poeta, revolucionário e nacionalista de origem irlandesa,  ilustrado pelo artista David Rooney no livro “1916 Portraits and Lives”, publicado em 2015 pela Royal Irish Academy. O retrato é o de número 89 de apenas 100 unidades autografadas pe

Corrida dos imunizados

Governo do Amazonas irá sortear 150 ingressos para a Corrida dos Imunizados por meio da campanha Vacina Premiada.

A competição contempla pessoas que tenham tomado as duas doses ou dose única de imunizante contra a Covid-19 com entradas para eventos esportivos e shows.

Largada na Arena

Organizada pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), a corrida  terá a Arena da Amazônia Vivaldo Lima como ponto de chegada e largada, no dia 8 de dezembro.

Pesadelo continua

Para o presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, a nova variante Ômicron “infelizmente” chegará ao Brasil, se ela já não estiver circulando por aqui. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Covas disse que resta saber se o país vai conseguir contê-la.

Ômicron ameaça  

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou hoje (28) que um brasileiro com passagem pela África do Sul testou positivo para covid-19 ao desembarcar no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Não foi confirmado se o passageiro está contaminado pela variante Ômicron.

Fim de uma era

Com mais de quatro décadas de emissora, os jornalistas Francisco José, Renato Machado e Isabela Assumpção deixam, a partir de agora, de usar o crachá da Rede Globo. Atualmente, os três novos demitidos estavam locados no "Globo Repórter".

Francisco José e Renato Machado fizeram historia no jornalismo

Monstros sagrados

Os três veteranos passaram a integrar o time de profissionais com muito tempo de casa que foram desligados da vênus platinada.

A Globo mandou embora verdadeiros monstros sagrados do jornalismo, como Alberto Gaspar, Ari Peixoto, José Hamilton Ribeiro, Eduardo Faustini, Alexandre Oliveira e Linhares Júnior.

ÚLTIMA HORA

Moro vai estourar hoje bomba no colo de Bolsonaro

Jaiur Bolsonaro anda desconfiado da bomba que vem por aí

Sergio Moro prepara uma bomba para estourar no colo de Jair Bolsonaro nesta terça-feira (30/11), nada menos do que o dia em que o presidente se filiará ao PL. Por coincidência, sairá também amanhã o livro “Sergio Moro — contra o sistema de corrupção”, autobiografia do ex-juiz, com algumas histórias pouco agradáveis para o presidente.

Um conjunto delas promete ser especialmente constrangedor para Bolsonaro: o livro detalhará o processo do presidente no esforço para proteger seus filhos políticos, Flávio, Carlos e Eduardo Bolsonaro. São histórias nunca antes contadas por Moro, abaixo de quem, no Ministério da Justiça, ficava a Polícia Federal.

ORGULHO

Para ajudar os animais abandonados com adoção ou com doações de rações e medicamentos, o projeto SOS Animais Abandonados, de Jundiaí (SP), criou a campanha ‘Cãorreios’. A iniciativa reúne cartinhas contando a vida de cada cãozinho, desde que foram encontrados e como eles estão hoje. Já faz cinco anos que a cuidadora do projeto, Valeria Bianchi, realiza essa linda ação. As cartas são imprensas e distribuídas nas agropecuárias, lojas e semáforos da cidade. Não tem como resistir ao pedido desses anjinhos, é uma cartinha mais linda que a outra! Muitos precisam de ração, um tratamento, uma casinha…

VERGONHA

No Amazonas, florestas estão sendo derrubados para virar pasto de búfalo

Algumas áreas de floresta no Amazonas estão sendo desmatadas para a criação de búfalos.  Com isso, o  desmatamento na região está disparando, e a floresta vem rapidamente dando lugar a pastagens. Até o momento, neste ano, mais de 48.600 alertas de desmatamento foram confirmados na floresta primária de Autazes, de acordo com dados de satélite da Universidade de Maryland visualizados pela Global Forest Watch. Isso representa um salto de mais de 72% em relação ao mesmo período de 2020. Líderes indígenas dizem que o desmatamento agora está invadindo as 18 reservas indígenas espalhadas por Autazes, algumas das quais ainda esperam pela conclusão do processo de demarcação. A maior parte das terras desmatadas estão sendo transformadas em pastos para rebanhos de búfalos-d’água, adaptados às regiões de várzea.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.