BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - ZFM, uma ilustre desconhecida


A sina do Amazonas é defender a Zona Franca. Assim como em outros momentos da história, mais uma vez o modelo está nas mãos ameaçadora de uma equipe econômica do governo federal. Para tentar salvar o modelo, lá vem mais uma comitiva do Senado Federal visitar o estado para conhecer a ZFM e saber “se isso existe mesmo e pra que serve”. Como o Congresso teve uma renovação muito grande, ou  realmente os políticos de Brasília não sabem da importância do modelo para a região ou fingem que não sabem.

A próxima visita da “7ª cavalaria” para nos salvar foi anunciada  pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, nesta sexta-feira (06/03). Dessa vez, a comitiva do Senado Federal vem discutir a Reforma Tributária e conhecer o modelo. Além de representantes da bancada federal do Amazonas, integrarão a comitiva o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o relator da Comissão Mista da Reforma Tributária, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB).

— Vamos pedir o apoio do presidente do Senado, que é um morador da Amazônia, que é um amazônida, morador do Amapá –, disse Lima.

Salvador da Pátria

O governador acredita que Alcolumbre pode ajudar na defesa do Amazonas pelo fato do Amapá também ser uma área de livre comércio.

— Ele entende muito bem a importância desses incentivos que são dados pelo Governo Federal, então é alguém que em muitos momentos já fez a sua manifestação pública em relação à ZFM e a gente quer mais uma vez ter esse apoio dele –, espera Wilson Lima

Turismo na floresta

O deputado Dermilson Chagas (sem partida) disse que  se for para fazer turismo, a comitiva do Senado é bem-vindo.

— Que gastem bastante dinheiro e gerem emprego e renda!

Fuga das empresas

Depois do cutucão,  Dermilson observa que o senador do Amapá, presidente do Congresso Nacional, conhece a realidade porque o município de Santana, no Amapá, é beneficiado pela ZFM, como também observou o governador.

— O que ele (Alcolombre)  tem que se preocupar é com a fuga das empresas, fuga dos empregos e os incentivos que o estado dá por determinação da Constituição.

Resolvam em Brasília

E alfineta que discutir Zona Franca tem que se discutir em Brasília.

Para o deputado da oposição, é necessário definir de vez se a gente vai ficar com a isenção de IPI (Imposto Sobre Produto Industrializado), se vão reduzir alguma coisa na reforma tributária e qual a política vai restar para o desenvolvimento de uma região como a nossa que sofre pela falta de estrutura e investimento.

—  Agora, voltar para Brasília com a lembrança que chegou a conhecer Manaus não vai adiantar nada. As coisas se resolvem em Brasília!

Luta incesante

Já o deputado estadual Serafim Corrêa (PDSB), um dos maiores conhecedores da matéria Zona Franca, avalia que essa é uma “luta incessante”.

—  À ZFM é pouco conhecida e,  pior que isso, tem propaganda negativa. O Senado foi renovado em mais de 50%. Importante que venham.

Quebra de braço

Os senadores Eduardo Braga (MDB-AM) e Roberto Rocha (PSDB-MA) estão travando uma quebra de braço para saber quem vai assumir a relatoria do Orçamento de 2021.

Geralmente a  função de relator é disputada a tapa, porque, muitas vezes, dizem os jornalistas que cobrem o Senado,  o titular do posto acaba tendo “poderes maiores” do que os de ministros de Estado.

Verba bilionária

Isso porque no Orçamento impositivo, o relator controla o destino de uma verba bilionária a ser destinada para emendas parlamentares.

Na prática, a definição do relator do Orçamento deve ocorrer até o fim do mês, já que o Congresso quer começar a discutir as regras para 2021.

Olho na babita

Após uma briga de semanas, o Congresso manteve os vetos feitos pelo presidente Jair Bolsonaro ao projeto do Orçamento deste ano. Pelo acordo, caberá ao relator definir a prioridade para aplicação de R$ 19 bilhões. Antes, os parlamentares queriam controlar R$ 30,1 bilhões.

Briga de foice

A  disputa não será fácil.

Braga lidera a bancada do MDB e Rocha, a do PSDB. O tucano foi criticado nos bastidores por ter "queimado a largada" e antecipar o embate.

— Não busco a relatoria –, disse Rocha, lembrando, porém, que o PSDB já abriu mão de presidir as comissões de Constituição e Justiça e do Orçamento.

Tamanho é documento

Já o senador do Amazonas não quis comentar.

Sua assessoria, porém, justificou a reivindicação da relatoria pelo fato de o MDB ter a maior bancada do Senado. Atualmente, o partido conta com 14 senadores.

O povo quer saber

Por que quanto mais o Amazonas apanha do Governo Federal, mais os políticos do estado fazem declarações de fidelidade eterna a  Bolsonaro?

Mahall é ouro

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) homenageou nesta sexta-feira (6/3), com a Medalha de Ouro Cidade de Manaus, o jornalista e produtor Kid Mahall.

Ele merece. Mahall foi pra muitos anos produtor do programa Nosso Encontro, de baby Rizzato.

Filhotes de Hitler

É estarrecedora as imagens publicadas em IstoÉ, de estudantes do colégio particular Santa Maria – um dos mais tradicionais do Recife –, fazendo saudações nazista na sala de aula durante campanha de um deles para ser o orador da turma.

A imagem compartilhada pelos próprios alunos na quarta-feira (4) era acompanhada de um texto “promovendo” o orador da turma.

O post foi apagados horas depois e a conta @militancia.2020 foi removida.

Saudação nazista

De acordo com a narrativa da revista, na foto, um estudante de casaco preto aparece no lugar do professor.

Os outros alunos, virados para ele, repetem a saudação nazista. O texto que acompanha a imagem também traz citações nazistas.

Funher Jr.

“Ele promete ser o novo Führer da série nessa caminhada para a construção de um novo e inovador Reich”, diz a mensagem.

Em seguida, o post ressalta que o candidato possui os requisitos para o ser o melhor orador da história do colégio.

2 mil turistas em Manô

O navio de cruzeiro M/S Volendam desembarca neste domingo (08/08) em Manaus, com 2,2 mil turistas, entre passageiros e tripulantes.

De origem holandesa, a embarcação ficará pouco mais de 24 horas em Manaus, onde os turistas percorrerão os atrativos turísticos da cidade e da Região Metropolitana.

Ilha do boi

O Volendam partiu de Buenos Aires, na Argentina, onde fará um tour pela América do Sul.

Antes de chegar à capital amazonense, o cruzeiro estava programado para atracar em Parintins, no sábado.

Sonho do Papa

O Papa Francisco tem um “sonho ecológico”, revelado em no terceiro capítulo da Exortação Apostólica Pós-Sinodal Querida Amazônia (QA), fruto da Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos, realizada em outubro de 2019.

— Não basta somente “analisar” a Amazônia. É preciso também contemplá-la para poder amá-la. E, amando-a, é possível preservá-la.

Francisco diz que, se Deus criou tudo o que existe, inclusive a estreita relação do ser humano com a natureza, “cuidar da natureza é cuidar do ser humano”.

Aprenda com os índios

O Papa insiste que é necessário aprender com os povos nativos da Amazônia e incluí-los em qualquer projeto que se tenha para a região, também do ponto de vista ecológico.

— Aprendendo dos povos originários, podemos contemplar a Amazônia, e não só para analisá-la, mas para reconhecer esse mistério precioso que nos supera —, disse Francisco.

De volta ao quartel

A Assembleia Legislativa aprovou o Projeto de Lei nº 682/2019, que dispõe sobre a convocação de militares de reserva, de forma remunerada, para a atuação no serviço ativo da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Grande sacada

O projeto nasceu de uma sugestão do deputado estadual Wilker Barreto (Podemos), que protocolou no dia 12 de junho de 2019 um requerimento em apontando a necessidade do aproveitamento dos policiais militares da reserva nas casas militares, segurança penitenciária e demais atividades.

Começou

Regina Duarte que se cuide. O “pensador” de Bolsonaro disparou o primeiro gancho de direita no fígado da nova secretária especial da Cultura.

Olavo de Carvalho usou as redes sociais para lançar ofensivas contra a atriz. Na visão do astrólogo, a atriz não tem capacidade para exercer o cargo.

Sem capacidade

Ele também pediu “perdão” ao presidente Jair Bolsonaro por ter apoiado a indicação dela ao posto.

—  Peço ao presidente da República que me perdoe por ter endossado o nome dessa senhora para um cargo que está infinitamente acima da capacidade dela –, escreveu Olavo na noite da quinta-feira (5), na sua conta oficial do Facebook.

Do mesmo saco

O filósofo comparou o trabalho da atriz ao desempenho do dramaturgo Roberto Alvim, antecessor de Regina na pasta.

Alvim foi demitido após divulgar um vídeo com um pronunciamento oficial de governo com inspiração em frases associadas ao nazismo.

— É óbvio que a Regina Duarte, exatamente como o seu antecessor, não tem a menor ideia do que está fazendo –, disse Olavo .

ORGULHO

Dois astros da trilogia “De Volta para o Futuro 3” se reuniram 30 anos depois do filme em um evento para  arrecadar dinheiro para o tratamento da Doença de Parkinson. A reunião de Michael J. Fox – hoje com 58 anos – e Christopher Lloyd,– com 81 – foi durante um pôquer para levantar fundos à The Michael J. Fox Foundation, organização criada pelo ator para dar suporte médico a pacientes com Parkinson, doença da qual ele é portador. O reencontro foi celebrado com fotos entre os protagonistas da saga de Marty McFly, Michael J. Fox e Christopher Lloyd, postadas nesta quinta, 5, nos perfis dos dois no Instagram.

VERGONHA

Em torno de 90% da população mundial, sem importar o sexo, têm preconceito contra as mulheres, revela um estudo da ONU divulgado nesta quinta-feira, dias antes do Dia da Mulher.  Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) analisou 75 países, que representam 80% da população global, e concluiu que nove a cada dez pessoas, inclusive mulheres, têm preconceito de gênero.  Os países no topo da lista são Paquistão, onde 99,81% têm ao menos um preconceito em relação às mulheres, Qatar e Nigéria, ambos com 99,73%. Na América Latina, a pior situação ocorre no Equador (93,34%), seguido por Colômbia (91,40%), Brasil (89,50%), Peru (87,96%) e México (87,70%).

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.