BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - URNA ELETRÔNICA - Ministro da Defesa chama Barroso de irresponsável


Este é o governo da crise. Sai uma, entra  outra. A crise da hora explodiu nesta segunda-feira (25) , quando o ministro da Defesa, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, entrou com os dois pés no peito do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal). Ao participar neste domingo do "Brazil Summit Europe 2022", evento realizado por uma universidade da Alemanha, Barroso afirmou que as Forças Armadas têm sido "orientadas" a atacar o processo eleitoral. Segundo Barroso, há um esforço para levar as Forças Armadas ao "varejo da política" e que isso seria uma "tragédia" para a democracia. Em nota publicada na noite de domingo (24), o general  disse ser "irresponsável" e "ofensa grave" a afirmação de que existe orientação para que as Forças Armadas façam ataques ao sistema eleitoral brasileiro.

O ministro da defesa não gostou, mas que é verdade o que Barroso falou, é!

Senão vejamos:  No dia 2 de agosto de 2021, o Clube Militar, o Clube Naval e o Clube de Aeronáutica, formados por oficiais da reserva das Forças Armadas brasileiras, emitiram uma nota conjunta defendendo a proposta de voto impresso, bandeira do presidente Jair Bolsonaro.

Bolsonaro mandou

No documento, os oficias reforçaram os argumentos apresentados por Bolsonaro na sua live, transmitida na dia  29 de julho, baixando o pau na urna eletrônica.

Os militares começam o texto afirmando que a “implementação da urna eletrônica com voto impresso auditável” surgiu da necessidade de “confiabilidade” e “transparência“, que “requisitos básicos para uma democracia saudável“.

Suspeitas infundadas

Os militares levantaram  suspeitas sobre a vulnerabilidade do sistema e acusa o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de agir em segredo, levantando suspeitas.

“O TSE bloqueia sistematicamente propostas de teste do sistema solicitados por equipes externas, o que pode levar à suspeita de que tem algo a esconder“, disse o comunicado.

Estopim da crise

E adivinhem quem quase sempere causa essas crises? Ele mesmo: Jair Bolsonaro. Ex-presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Barroso  sofre ataques constantes de Bolsonaro.

Os ataques do presidente ao ministro têm os propósitos de mobilizar os apoiadores mais radicais e de lançar dúvidas sobre as urnas eletrônicas.

O que o chefe mandar

Em janeiro de 2022, o ministro da Defesa, general Braga Neto, principal aliado de Bolsonaro no meio militar, por orientação do Presidente da República, fizera questionamentos formais à segurança das urnas eletrônicas junto ao TSE.

Medo da derrota

De acordo com Veja, a disposição de não aceitar um resultado eleitoral desfavorável continua existindo.

Não por acaso, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Barroso, convidou o ex-ministro da Defesa Fernando de Azevedo e Silva para assumir a Secretaria Geral da Justiça Eleitoral e comandar a logística de realização das eleições de outubro próximo.

Salve Jorge!

Depois da missa, devotos tentam tocar na imagem de são Jorge, o santo guerreiro

Depois de dois anos de silêncio, imposto pela pandemia, o Dia de São Jorge, neste sábado (23), voltou a ser festejado pelos  devotos do Santo Guerreiro.

Mas sem procissão. No lugar da romaria pelas ruas do bairro aconteceu um almoço no pátio da igreja e, no final da tarde uma carreata seguida de missa.

Bolo sagrado

O  ponto alto da festa ficou por conta  de um bolo de 2 metros, feito pela doceira do bairro, Dona Marlene, que vive do oficio de confeiteira e todos anos leva a gigantesco guloseima para ser benzida pelo padre e distribuída entre os fiéis. Bolo de 2 metros, benzido durnhte a missa,  foi compartilhado entre os fiéis na igreja de são Jorge

Medalhinha do Santo

Com direito a medalhinhas de São Jorge  “perdidas” no meio da massa do doce. Muita gente deu sorte de encontrar a medalhinha de escapulário ao abocanhar a fatia do bolo de dona Marlene.

Índio na bola

Situada em Tabatinga (a 1.108 quilômetros de Manaus), a comunidade Umariaçu  agora faz parte do Projeto Esporte e Lazer na Capital e Interior (Pelci), do governo do Amazonas.

Em busca de craques

De acordo com Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), a chegada do esporte à aldeia é um momento histórico. Principalmente para as crianças e jovens do Alto Solimões.

— Onde houver uma joia, onde houver um grande atleta, vamos buscar e vamos fomentar. Estamos aguardando sair desse novo núcleo um grande atleta de alto rendimento –, disse o  diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira.

Vila Olímpica

Nesta segunda-feira (25), a Vila Olímpica de Manaus foi homenageada pela passagem dos 32 anos de existência, assim como atletas de destaque do esporte amazonense.

A iniciativa da homenagem foi do deputado estadual João Luiz (Republicanos), que durante o discurso lembrou da época em que foi secretário municipal de esportes.

Ingratidão

Na homenagem aos  32 anos da Vila Olímpica teve de tudo. Discursos, medalhas, placas, afagos... Só esqueceram de uma coisa: homenagear o homem que teve a visão futurista de construir um complexo esportivo nos moldes da Olimpíada de Seul, onde, na época estava acontecendo os Jogos Olímpicos de 1988: governador Amazonino Mendes.

Olha quem está falando

Do alto de toda a sua moral, o  senador Fernando Collor ((PTB-AL)) agora é o grande conselheiro do presidente Jair Bolsonaro.

Collor minimizou as críticas que Bolsonaro vem sofrendo recentemente e pediu que o presidente “em momento nenhum se apoquente com elas.

Então, tá!

Recentemente, Bolsonaro revelou que Collor participou de uma reunião do Ministério da Economia para discutir a questão do aumento do preço dos combustíveis.

Segundo o presidente, o senador apresentou sugestões que foram “acolhidas” pelo governo.

— Hoje, estávamos reunidos com a equipe econômica do Paulo Guedes, vendo a questão do impacto desse novo reajuste do combustível. Collor participou de grande parte da reunião. E nos deu sugestões, sugestões bem-vindas e acolhidas por nós. E dessa forma, vamos governando –,, disse Bolsonaro.

Compraria um carro dele?

Agora, cá pra nós, seguir os conselhos de Collor é um ao de suicídio político.

Para quem em boa memória, a estratégia adotada  por ele não dsalvou nem a própria pele.

Você aí, leitor, teria coragem a de comprar  um carro do Collor?

Paga e não bufa

E por falar no “colorido”, a  3ª Turma do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), de Porto Alegre (RS), condenou o senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) a devolver dinheiro de cota parlamentar usado para fins pessoais. O político foi acusado de usar a verba para pagar serviços de jardinagem, limpeza e babá na Casa da Dinda.

Casa da Dinda

Para quem não lembra, Casa da Dinda é  a  mansão da família Collor no Lago Norte, bairro nobre de Brasília  e ficou conhecida durante o período de Collor na Presidência, entre 1990 e 1992 e onde rolou muita “coisa” lá por dentro.  


ÚLTIMA HORA

Motociata é propaganda eleitoral antecipada

O Partido dos Trabalhadores (PT) protocolou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mais duas representações contra o presidente Jair Bolsonaro (PL) por propaganda eleitoral antecipada em razão de motociatas e comícios. A legenda já apresentou ações contra o chefe do Executivo nacional por motociatas no Paraná e em São Paulo. Um dos eventos foi realizado na cidade de Rio Verde em Goiás, no dia 20 de abril, e o outro em Cuiabá no Mato Grosso, no dia 19. Uma das representações também pede a responsabilização do deputado federal Major Vitor Hugo (PL/BA). O parlamentar é acusado de assumir rede social do evento e divulgar em veículos de comunicação. A outra envolve o deputado federal Sóstenes Cavalcante (PL/RJ).

Os pedidos solicitam a condenação de Bolsonaro e dos dois deputados federais ao pagamento de multa, no valor máximo previsto em lei, dada a promoção de motociata, carreata e comício, com pedido de voto, a configurar campanha eleitoral antecipada.

ORGULHO

Um número surpreendente de 1.368 livros foram distribuídos através da ação literária "Compartilhando histórias: incentivo à leitura & doação de livros", uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Imprensa Oficial do Estado do Amazonas (IOA).

Esse tipo de ação tem que ser aplaudida e incentivada, afinal, livros nunca são demais. Principalmente no mundo de hoje, onde o celular, o computador e as redes sociais, infelizmente,  substituíram a gostosa aventura de ler um bom livro.

VERGONHA

A Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal informou nesta segunda-feira que a tornozeleira eletrônica do deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) está descarregada desde o começo da noite de 17 de abril, domingo de Páscoa. Assim, não é possível saber onde ele está, nem se houve o rompimento do equipamento.

A secretaria disse que tentou contato com um assessor parlamentar de Daniel Silveira para saber o que tinha ocorrido. Ele informou que essas informações seriam obtidas apenas com o advogado que representa Silveira, mas, segundo a secretaria, "todas as tentativas de contato foram infrutíferas".

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.