Calendário

junho 2019
D S T Q Q S S
« maio    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Dito & Feito – Um papamóvel para o homem

A maior preocupação do comitê de organização é em relação à segurança e à saúde de Jair Bolsonaro (PSL). Por isso, ritos tradicionais da cerimônia estão sendo revistos, a começar pelo clássico passeio em carro aberto.  Bolsonaro comentou com a equipe que gostaria de seguir o costume de fazer o trajeto entre a Catedral e o Congresso Nacional no Rolls Royce conversível, veículo utilizado na posse de todos os presidentes do país e em alguns eventos públicos desde 1953.

— Rolls Royce, nem pensar! – descartou a equipe de segurança.

Que analisa a possibilidade de fazer o percurso em carro fechado para minimizar riscos.

Colete ou blindado

A equipe de segurança também aconselhou que o presidente faça o percurso de colete a prova de bala ou num Papamóvel. Aquele carro blindado de Sua Santidade.

10 mil homens

O medo de atentado é tanto, que o  número de pessoas integrando a segurança, em 1º de janeiro, também foi modificado. A expectativa inicial era de que 10 mil homens das Forças Armadas, das polícias Federal, Civil e Militar, e do GSI fariam a segurança do futuro presidente.

X

Porém, com a confirmação da presença do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, essa quantidade deve aumentar.

O dobro da Dilma

Para se ter uma ideia de como a equipe de segurança cresceu, O contingente corresponde a mais do que o dobro de agentes que participaram da posse da ex-presidente Dilma Rousseff, que foi de 4 mil.

Olho no orçamento

Os deputados estaduais têm até esta terça-feira, dia 11, para apresentar emendas parlamentares impositivas ao Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) 2019 que está tramitando na Assembleia Legislativa.

Babita de R$ 17,4 bi

A matéria prevê um orçamento de R$ 17,4 bilhões para o ano que vem. Por meio das emendas, além de propor ajustes ao projeto, cada parlamentar pode indicar o destino de R$ 6,5 milhões ao Orçamento.

Para onde vai

Desse montante, R$ 781.967,64 (12%) deverá ser destinado para a saúde e R$ 1.629.099,25 (25%) para a educação. Devem ficar livre para a aplicação em outras áreas, a bagatela de R$ 4,1 milhões.

Sarafa aprovado!

O deputado reeleito Serafim Corrêa (PSB) teve sua prestação de contas da campanha eleitoral 2018, julgadas e provadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM).

X

— Transparência nas contas públicas é fundamental em qualquer tipo de administração, bandeira que sempre defendi na Assembleia. Vamos em frente! – festejou o líder do PSB.

Barril de pólvora

A intervenção em e Roraima, que teve início ontem, tem o outro lado da moeda que o governo federal tem por obrigação ficar atento. Os impactos da crise em Roraima em serviços públicos essencial , como a segurança pública.

Massacres

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) já alertou sobre o  risco de “reedição de massacres”. O relatório de inteligência aponta que há risco de atos “retaliatórios” de facções criminosas que atuam dentro e fora da prisão em Roraima.

X

E citou o Comando Vemelho e o PCC (Primeiro Comando da Capital).

Incêndio de ônibus

O relatoria da  Abin chama a atenção para “atos do tipo, incêndio de ônibus e ataques contra prédios públicos ligadas a área de segurança. “ Atos que tendem a ser potencializados”, diz o relatório.

Camu-camu

Uma pesquisa desenvolvida pela médica Tamara Menezes busca no camu-camu, fruto nativo da região Amazônica, uma nova terapia de tratamento para pacientes que sofrem de úlceras de pressão. Um dos principais problemas enfrentado pelos pacientes quando estão acamados. 

Camu-camu 2

As feridas ocorrem em função da falta de oxigenação superficial da pele, provocada por compressão prolongada em pacientes acamados por longos períodos.

X

O estudo é desenvolvido com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam).

EM ALTA

A  história de vida da escritora  e jornalista premiada, Clarice Lispector, que nesta segunda-feira (10) comemoraria 98 anos de idade se viva fosse. A escritora, que  foi figura importante no modernismo brasileiro, chamada “Geração de 45”, faleceu em 1977, mas continua viva em suas obras como “Laços de Família”, “Um Sopro de Vida” “A hora da Estrela”,  “Felicidade Clandestina”, entre outras.

EM BAIXA

Para os governadores de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Rio Grande do Norte, Sergipe, Goiás, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e São Paulo que correm o risco de deixarem dos onze estados sem dinheiro para cobrir as despesas de suas gestões. A prática é vedada pela Lei de Responsabilidades Fiscal (LRF) e  criminalizada pelo Código Penal, sujeita a pena de reclusão de quatro anos.

Deixe uma resposta