BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Dito & Feito - TRAUMA – Por que Alfredo Nascimento virou Bolsonaro desde pequenininho e tem tanta raiva de Lula?


Para quem não entende o  repentino, e quase “febril”, desejo de Alfredo Nascimento (PL) em vestir a camisa de Bolsonaro na corrida ao Palácio do Planalto –  e o por quê do ódio que ele derrama ao ouvir falar em Lula –, é bom lembrar a passagem do ex-ministro pelos governos do PT.

Ministro dos Transportes no governo de Lula e logo em seguida no governo de Dilma Rousseff,  Alfredo Nascimento (então no PR),  deixou o cargo em julho de 2011 após denúncias sobre um suposto esquema de superfaturamento em obras envolvendo servidores da pasta.   O rastilho explodiu o paiol de pólvora  depois da denúncia, em O Globo, de que o filho do ministro teria enriquecido ilicitamente em razão do cargo do pai.

O jornal apontou suposto enriquecimento ilícito de Gustavo Morais Pereira, arquiteto de 27 anos, filho de Nascimento.

Patrimônio meteórico

Segundo reportagem do jornal, dois anos após ser criada com um capital social de R$ 60 mil, a Forma Construções, uma das empresas de Gustavo, amealhou um patrimônio de mais de R$ 50 milhões, um crescimento de 86.500%.

Ligações perigosas

O Ministério Público Federal do Amazonas investigou elo entre a empresa de Gustavo e empresa que recebeu verba do ministério. Mas ninguém sabe aonde levou o fio da meada.

Faxina ética

Alfredo  foi apontado na época como símbolo da “faxina ética” que Dilma, de forma enérgica,  fez em seu primeiro ano de governo  contra a corrupção.

Isso refletiu na aprovação de 59% da população – o maior índice para o primeiro mandato de um presidente desde a redemocratização.

Maior até que a popularidade de Lula nos primeiros quatro anos na presidência, que foi de 52%.

Esquerda no paredon

Hoje, vice-presidente do PL hoje,  cabo Alfredo disse que a legenda vai dar apoio a Jair Bolsonaro em todos os estados do país.

Em seguida, bateu na mesa e avisou que que todos os parlamentares do partido devem sigam a regra e que os dissidentes “de esquerda” deixem o PL.

No meu Estado, o Amazonas, e no Brasil inteiro quem não for Bolsonaro está fora do partido! -, declarou o ex-ministro.

Salvem o planeta

Capital do Meio Ambiente: GCF Task Force reúne membros de 38 estados no Amazonas

Aberta nesta quinta, 17, em Manaus, a Reunião Anual da Força-Tarefa de Governadores pelo Clima e Florestas (GCF Task Force) reúne os membros de 38 Estados e províncias que cobrem mais de um terço das florestas tropicais do mundo.

Numa faixa gigantesca que abrange Brasil, Colômbia, Costa do Marfim, Equador, Indonésia, México, Nigéria e Peru.

Povos da floresta

O evento tem como foco principal discutir o equilíbrio entre conservação ambiental e desenvolvimento sustentável, além de possuir um olhar diferenciado para a população da floresta.

Nomes de peso

A abertura do evento, realizada nesta quinta-feira (17), foi presidida pelo governador do Amazonas, Wilson Lima. E contou  com a participação do embaixador da Noruega no Brasil, Odd Magne Rudd; o representante da Embaixada da Alemanha, Franziska Troger. Além do representante da Embaixada do Estados Unidos, Glenn Fedzer.

Pinto no lixo

O deputado estadual João Luiz (Republicanos) anda mais alegre do que pinto no lixo. E quem o vê  assim tão serelepe deve pensar que o  deputado tirou sozinho na Mega Sena. Mas qual o quê? JL anda saltitante só porque o general Hamilton Mourão vai se filiar ao Republicanos.

Geladeira

Não se sabe por que tanta euforia do deputado João Luiz. Afinal, depois que foi colocado na geladeira por Jair Bolsonaro ., general Mourão anda mais por baixo do que pochete em “cintura” de barrigudo.

— O general  Mourão vai fortalecer a agremiação partidária dos Republicanos –, aposta JL.

Homem de fé

Uma coisa ninguém pode negar, João Luiz é um homem de fé, que ainda acredita em Bolsonaro e em seus seguidores.

Longe de casa”

.Acredite se quiser, mas ônibus que foram comprados pela Prefeitura do Rio de Janeiro para circular  na cidade maravilhosa estão circulando em Rio Branco Acre, a mais de três mil quilômetros.

Confusão de Rios

Como isso foi acontecer ninguém sabe. A único é explicação pode ser o nome. Ambas as capitais começam com “Rio”.

Ônibus carioca

São pelo menos 20 coletivos em bom estado de conservação. Os ônibus têm adesivos do Disque-Denúncia do Rio (2253-1177), do programa Ônibus Ok, do Rio Ônibus, e até o brasão do município.

Denuncie os machões

A partir de agora, os shoppings centers, lojas, supermercados e similares serão obrigados a  comunicar aos órgãos de segurança pública, ocorrências ou indícios de violência contra mulher, criança, adolescente, idoso ou pessoas com deficiência, em seu interior.

É o que determina o projeto de Lei de autoria da vereadora Glória Carratte (PL), aprovado nesta quarta-feira, 16, na Câmara Municipal.

Netflix vai mexer...

Dividir a assinatura da Netflix com um amigo ou familiar que vive em outra casa poderá ficar mais caro. A plataforma de streaming anunciou, nesta quarta-feira (16), que passará a cobrar uma taxa adicional para aqueles que compartilham a conta com outras pessoas.

...no seu bolso!

Em nota, o serviço justificou que o compartilhamento de assinaturas impacta na capacidade da Netflix de investir em séries e filmes para os membros.

“Portanto, no ano passado, trabalhamos em maneiras de permitir que os membros que compartilham a conta fora de casa, façam isso com facilidade e segurança, além de pagar um pouco a mais”, diz em nota.

ÚLTIMA HORA

PARECE PIADA – Zé Ricardo contesta medalha para Bolsonaro por “relevantes serviços à causa indígena”

Índios estão infelizes no governo Bolsonaro e o presidente ainda é condecorado por isso

O deputado Zé Ricardo (PT-SAM) foi o único parlamentar do Amazonas que teve a coragem de peitar o ato do ministro da Justiça e Segurança Pública que, por meio da Portaria 47, de 15 de março de 2022, indicou a ele próprio e o presidente Bolsonaro para receberem a Medalha de Mérito Legislativo por relevantes serviços à causa indígena.

— Parece até piada –, disparou o deputado federal Zé Ricardo (PT/AM), que irá ingressar com Projeto de Decreto Legislativo (PDL) na Câmara Federal para sustar essa Portaria e a referida homenagem. A indignação de Zé está coberta de razão.

— Bolsonaro é inimigo dos povos indígenas. Desde que assumiu a presidência vem causando uma verdadeira destruição na vida e nos direitos dos povos originários deste país. Nosso total repúdio a essa homenagem –, declarou o petista.

Zé Ricardo destaca as várias ações, decretos e ameaças aos indígenas ao longo de todo o Governo Bolsonaro. Desde o desmonte da Funai; da Sesai (Secretaria de Saúde Indígena) até a extinção da Secadi (Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão). Em fevereiro deste ano, o Governo Bolsonaro também publicou o Decreto Nº 10.966, que institui o Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Mineração Artesanal, que consolida a política do atual governo para o avanço da mineração predatória sobre áreas que, até o momento, estão protegidas.

ORGULHO

Estrela do basquete da NBA, Bismack Biyombo, anunciou que está doando seu salário integral dessa temporada para construir um hospital na África, em homenagem ao pai já falecido.  O jogador do Phoenix Suns, de 29 anos, quer construir um hospital em sua terra natal, a República Democrática do Congo (RDC). Na última temporada, ele teve que se afastar da Liga Americana de Basquetebol para cuidar de pai doente, que faleceu em agosto de 2021. Biyombo conta que percebeu o quanto era sortudo por poder levar seu pai ao hospital na América, o que os conterrâneos dele não têm.

VERGONHA

Nas últimas semanas, cerca de 1 milhão de crianças e adolescentes fugiram da Ucrânia para tentar escapar dos ataques provocados pela invasão russa, de acordo com a ONG (Organização Não-Governamental) Save the Children. São quase a metade dos 2,5 milhões de civis em fuga registrados pelo Acnur (Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados). Na vizinha Moldávia, uma em cada oito crianças é refugiada ucraniana, segundo a primeira-ministra do país, Natalia Gavrilita. Em muitos casos, deixam o pais acompanhadas apenas das mães, já que os homens ucranianos de 18 a 60 anos foram proibidos de deixar o país..

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.